Alecrim (Rio Grande do Sul)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Alecrim (Rio Grande do Sul) é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
Tem o mesmo prefeito faz 20 anos.

Sciences de la terre.svg.png
Município de Alecrim dourado
que nasceu no campo...
Alecrim.jpg Alecrim COR.jpg
Aniversário 24 de Onzembro
Fundação 24 de Onzembro de 1969
Gentílico alecrinense
Lema Foda-se
Prefeito(a) H. Romeu Pinto
Estado Rio Grande do Sul
Mesorregião Noroeste Rio-grandense
Microrregião Santa Rosa
Municípios limítrofes Casa do Caralho, Onde o Vento faz a Curva, Casa do Chapéu e Casa da Dinda.
Distância até a capital 78364872643 km
Características geográficas
Área 0,0002 km²
População 5 hab. est. IBGE/2008 [1]
Idioma Não disponível
Densidade 5 hab./km²
Altitude - 200,4 metros
Clima Infernal
Fuso horário UTC -3
Indicadores
IDH - 324736487634 PNUD/2000 [2]
PIB R$ - 44.373 mil IBGE/2005 [3]
PIB per capita R$ - 28736482376482376443 IBGE/2005 [3]

A cidade[editar]

Todos os visitantes da cidade logo que passam o pórtico novo, devem obrigatoriamente parar no posto da Polícia Rodoviária Federal para retirar gratuitamente o guia do turista em Alecrim. São dicas sobre segurança: ("Não beba com o Marinão e nem pense chamar ele de 7 pila,se não ele irá jogar calcinhas, nós não nos responsabilizamos! "), dicas de turismo: Dê uma passada no cuíudo, é a balada de Alecrim, muita cerveja e sinuca. Existe o estádio de futebol, que fica no Clube Veterano, onde todo ano tem o famoso clássico , "Os de dentro" x "os de fora". "Visite o Bonquiévitch, se souber onde fica. Há também o ilustre Passarinho e suas medidas precisas em relação ao asfalto. E dicas sobre a língua oficial: o alecrinês.

Dentre os eventos municipais, destacam-se o Natal Luz, com presença ilustre do Chuck Noris, que todo ano, a bordo da pampa da prefeitura, distribui balas e doces às crianças que comparecerem ao local (sendo que nesse ano que passou foi considerado criança todo moleque de apenas até 10 anos, devido à crise, tendo sido necessária ameaça pelo microfone de que iam chamar o Brigadiano Sílvio, do contrário os marmanjos de 12 não sairiam da fila).

São características da cidade as carretas agrícolas, pequenas caminhonetes rústicas feitas de barro pelos agricultores usadas para transporte de todo tipo de cultura e os corcéis (não os cavalos, os carros mesmo). Mas é Corcel I, porque não tem dinheiro para comprar o Corcel II. Apesar de que sempre vemos uns 2 ou 3 corcéis na frente da oficina do Debi e Lóide, ou do Fogaça... ahhhh... esperando conserto.

Relevo[editar]

Basta cruzar as divisas dos municípios limítrofes com Alecrims city para se notar o solo evadido e as lajes aflorando. Vastas extensões de rocha nua ou recoberta com uma finíssima camada de solo, onde apenas crescem gramíneas ou a característica mata espinhenta do noroeste do estado do Rio Grande do Sul – própia pra criar gado é claro, isto quando não dá seca. Avistam-se, imediatamente, os platôs não muito elevados apontando para o rio uruguai, os quais devem facilitar sobremaneira a agricultura, sendo por consequencia também responsáveis pelo latifúndio do Scalco e do Nei, que compram barato dos que se vão pra Novo Hamburgo.

Público Privado[editar]

Já é constatado que as vacas,e outros animais do Nei tem medo de escuro.Pois não importa a onde seja os seus potreiros, sempre tem um poste de luz pública na entrada do potreiro, para as nossas amadas vaquinhas de outros, não terem insonia com medo de escuro. Mas nos, reles mortais, podemos perder o nosso pobre sono pensendo em como vai faser para pagar a conta de luz, na qual esta encluida os gastos da luz publica.

Praias[editar]

A praia Porto Biguá Beach localiza-se nas proximidades da cidade, e vem a ser uma das mais badaladas praias do Oeste Gaucho. Iguarias como a cerveja de litro Budweiser e bala de leite são importados da Argentina atráves do Rio Uruguai, normalmente trazidas à caíco. Só tem gente boa, e o todos se orgulham por nunca um habitante dali ter sido preso.

Como atração, também há a Ilha do Lageado Silva, que serve principalmente para "veraneio" das famílias mais abastadas, principalmente do município vizinho de Santo Cristo. Figuras ilustres daquela municipalidade possuem mansões na beira do rio, como o "Chandir Schumi" e sua turma.

Destaque na imprensa mundial[editar]

Paisagem típica da cidade

É crescente o destaque dado ao município na imprensa do mundo todo. NY Times, Le Monde, Clarín, Jornal Noroeste... Todos já deram ao menos uma notinha sobre esse amado recanto e prêmio de primeiro lugar no Brasil em gestão e qualidade de vida, claro, pacata como é tem que ganhar em alguma coisa. A glória suprema foi alcançada com a transmissão ao vivo do Jornal do Almoço regional ali da praça. O Jotaéder de terno e bermuda e a equipe toda ali firme no calor.

Claro que nem tudo são flores de alecrim nesse município. A imprensa já muito noticiou sobre a rota do tráfico. Yes, temos nossas gangues também, como toda boa metrópole. Cidade pacata o carvalho! Todos sabem quem são nossos gloriosos traficantes mas é proibido falar. Sim. Quem falar, masca terra de cemitério e apanha de relho. Se é que me entende. É a Lei do Silêncio. Um colosso essa lei. Se é que me entende de novo.

População[editar]

Até 2004, Moravam nessa cidade cerca de 7650 pessoas. Mas agora não se sabe a população exata. Há quem diga que em Santa Rosa, cidade próxima a Alecrim, em dezembro de 2011, pode acontecer o UFC Santa Rosa x Alecrim, na qual dois garotos jovens, um de cada cidade disputarão o amor de uma garota.

Território[editar]

Alecrim possui um anexo territorial, mais conhecido como Missiones, e vai até aproximadamente a cidade de Oberá. Constantemente, são vistos habitantes de Alecrim em Oberá e muitos habitantes do anexo, andando pela ruas de Alecrim, dizem que a maioria trabalha para o Nei. O último avanço foi o Bailão situado na ZONA central da cidade de Alecrim, debaixo de uma lona, na esquina em frente da estação rodovial, com a boa música de violeiros e gaiteiros, e um grande número de frequentadores vindo do anexo. É o progresso chegando...

Idioma[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Alecrinês

A cidade possui o seu idioma próprio, uma variante da língua portuguesa que só é entendida pelos próprios habitantes de Alecrim.

Ligações externas[editar]

  1. Estimativas da população para 1º de julho de 2008 (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de agosto de 2008). Página visitada em 5 de setembro de 2008.
  2. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  3. 3,0 3,1 Produto Interno Bruto dos Municípios 2002-2005. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (19 de dezembro de 2007). Página visitada em 11 de outubro de 2008.