Blade Play

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.


Blade Play
???
Blade play img3.jpg
Yuno Algracia levando pirocada.
Gênero Aventura Sexual, Ecchi, Ação Sexual, Drama Sexual, Hentai, Hardcore otaku
Mangá
Autor Seta Aomaru
Divulgação {{{divulgação}}}
Onde sai {{{onde sai}}}
Primeira publicação {{{primeira publicação}}}
N° de volumes 3
Anime
Dirigido por {{{diretor}}}
Estúdio {{{estúdio}}}
Onde passa {{{onde passa}}}
Primeira exibição nenhuma
N° de episódios {{{episódios}}}
Filmes {{{filmes}}}
OVAs {{{ovas}}}

Cquote1.png Você quis dizer: Turma da Mônica Jovem sem firulas Cquote2.png
Google sobre Blade Play
Cquote1.png A minha espada é a mais foda de todos os tempos! Cquote2.png
Sudo Kansuke sobre seu extraordinário poder de comer xotas.
Cquote1.png Eita Porra! Cquote2.png
Nerd onanista e otaku após ler um capítulo
Cquote1.png Daí aparece um "terrível" "demônio" e ele come Cquote2.png
A história de todos os capítulos dessa porra.
Cquote1.png Esse é o melhor lugar de todo o universo!! Cquote2.png
Sudo sobre Munberdia
Cquote1.png Esse filho da puta me fudeu! Cquote2.png
Yuno Algracia, a "mocinha" da história.
Cquote1.png Todo mundo é mulher nessa porra! Muito conveniente pro protagonista. Cquote2.png
Alguém

Blade Play é a versão mangá do clássico filme ocidental Emmanuelle, que retrata o País das Maravilhas onde finalmente há um protagonista de mangá a comer bucetas. É o mangá favorito do Kakashi e aquele que Ro Kaioshin lia enquanto aumentava os poderes do Gohan. A primeira sugestão para o nome do mangá foi A Giromba, devido ao fato do protagonista ser o primeiro e o único protagonista não-hentai de mangá a pegar mulher.

Este mangá do Satanás foi criado especialmente para ensinar as criancinhas a fazerem sexo grupal, anal, suruba, boquete e diversas parafilias básicas. Comumente tentam dizer que este é um educativo manual que ensina otakus a comer mulher, mas na verdade é só perversão pura, um mangá do Xvideos.

Enredo[editar]

Um exemplo de duro combate entre Sudo e um "demônio".

Tudo tem início quando um Zé Ninguém estava procurando por pornô no Redtube, até aí rotina normal de otaku, quando acabou clicando num spam que o levou para um RPG criado por Satanás onde ele tinha a opção de fazer um desejo digitando esse desejo numa barra. É nesse momento que um dos maiores feitos da história da ficção é feito, nosso inesperado herói digita a palavra mais foda de todo o universo: _SEXO...

Assim ele é instantaneamente teleportado pra puta que o pariu onde uma garota maluca que pensava ser cavaleira aponta uma espada pro nariz dele e diz que ele está em Munberdia, um mundo mágico e aparentemente tão comum como o País das Maravilhas, sendo a cavaleira na verdade a Alice crescida (e pronta pra dá uns pegas), daí aparece um traveco alado e dá uma apertada na buceta da Alice, ela fica enfraquecida e sem poder se mexer, então nosso herói que não é bobo nem nada, dá uma bela fudida na vagina da safada. Do nada o pênis do herói e a buceta da heroína começam a brilhar e surge a Navi dizendo que ele era o herói possuidor da espada de Motumbo. A partir daí Sudo Kansuke tem que realizar a dificílima tarefa de comer todos os demônios de Munberdia, liberando o gozo de Motumbo em todos os "terríveis" demônios daquele mundo.

Personagens[editar]

Só uma típica puta nessa porra.
  • Sudo Kansuke - Comilão que fez o que aparentemente qualquer pessoa faria. Na hora de pedir um desejo para o Gênio da Lâmpada, pediu estoque de sexo ilimitado, indo parar num mundo repleto de mulher onde deveria foder todas num filme pornô interminável.
  • Yuno Algracia - A protagonista feminina e com quem Sudo perdeu a virgindade. Está ali só para convenientemente dar a boceta sempre que requisitada.

Recepção[editar]

Blade Play tornou-se rapidamente o mangá mais lido da atualidade e o mais lido da história. Muitos temeram a popularidade deste mangá de modo que ele foi proibido na Wikipédia. Este mangá inspirado na vida e obra de Motumbo, adaptado ao público japonês, continua o seu grande sucesso no submundo da internet, já que ele também não é encontrado nos sites convencionais de mangás. Por que será?