Capão do Cipó

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Capão do Cipó é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
A prefeitura paga tudo em prestações.

Sciences de la terre.svg.png
A cidade do pó e dos macacos (literalmente): Capão do Cipó

Capão do Cipó é uma cidadezinha localizada nos confins do Rio Grande do Sul na região do meio, que seria o Cu. Enfim, Capão do cipó tem nome mais de uma peixaria, que realmente existe e que é praticamente toda a cidade, Ela também tem números de orgulho para o país.

História[editar]

Afundada por dois tropeiros que tinham quebrado a carroça por lá. Eles fizeram uma vila ali com ideologia gay e criação gay onde podiam ser livres, eles tinham achado a nascente do Rio Pardo (?) que não fica tão longe assim. Eles chamaram aquilo de capão pois era um diminutivo de "sapatão" que viria a ser um apelido como "Boiola".

Mas eles levantavam o capão no nome com orgulho que nos inspira até hoje. Mais de 80% da população é de opção sexual homosséquiçual incluindo o prefeito que não pode nem pagar as obras no município e gasta tudo para melhorar a sua casa, a prefeitura já é um pão-durismo só: anexada à pastelaria, as obras da prefeitura hoje viraram um campo de futebol.

E os construtores no lugar estão jogando sempre que podem uma pelada.

Emancipação[editar]

De longe... Capão do Cipó.

Houve uma emancipação do município uma outra cidade... Que eu não sei e não importa o nome. Capão do Cipó surgiu usando aquelas historias antigas de lendas para despertar o regionalismo como um casal de tropeiros que vai as montanhas e fica lá e se apaixona, um deles já tem esposa mas apesar de ter dado a rosca insiste que não é gay, e a pesar de beijar um homem, também insiste que é gay.

Esse caso de amor acaba com ele se casando com uma mulher e o outro tropeiro esperando por ele, no fim ele abraça a jaqueta do tropeiro e amante por saudades... Lindo... Pena que lograram os habitantes pois isso é a história de Brokeback Mountain, que aliás, não chegou ainda na locadora da cidadezinha.

Mas a história foi o bastante para influenciar a emancipação.

Cidade[editar]

A cidade só parece ser uma zona verde e sequer tem ligação com a BR, se chega lá pela estrada de chão batido então Capão do Cipó também é conhecida como "cidade empoeirada" e faz décadas que ninguém pionta as casas, só deixa o pó da estrada ir na pintura e pronto! Tá limpinha! A prefeitura é anexada à pastelaria como foi dito, e o centro e ponto de encontros é na dita cuja pastelaria.

A população tem que ir em outras cidades para estudar pois não há escolas de ensino médio ou faculdade na cidade, e se tivesse ia sair de segunda mão. Eles também não tem internet mas eles ainda tem VHS! Talvez por isso não chegou o Homem-aranha ainda por lá. Pega TV Globinho e essas coisas mas quando fala de Twitter na TV eles não entendem.

Censo[editar]

O censo da cidade e orgulho foi a maior (e única) vitória do município após sua emancipação. O censo revelou que desde sua emancipação (em 1994) a taxa de mortalidade infantil foi de "0,0", revelando que a cidade não tem crianças as mães e qualidade de vida local é superior! VIVA!