Conceição do Coité

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Conceição do Coité é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
Até os Correios precisam contratar um guia para encontrar essa vila.

Sciences de la terre.svg.png
PepinoVerde.png
Viado.JPG

Este artigo é relacionado à história.

E vive a American Way of Life

Artigo tombado - Patrimônio histórico.

Conceição do Coité
Cidade dos bobes
Bandeiracoite.JPG
Bandeira
Não limpe a bunda com esse pano
Hino Rala a tcheca no chão
Local link={{{3}}} Bahia Interior da Bahia
Idioma Baianês
Geografia
Clima Projeto do aquecimento global
Locais de Referencia Andar da praça da igreja a praça da Babilônia
Economia Altamente improdutiva
Produtos Exportados Cachaça, Voto, sisal
Política
Governo
Nuvola apps core.png
PP
Atual Prefeito
Nuvola apps core.png
Sacerdote de HR PP
Vice-Prefeito
Nuvola apps core.png
Um figurante qualquer PP
Mídia
Cidadãos Ilustres
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Dercy Gonçalves
Esporte Símbolo Phutiball
Santo Local Maria da Conceição




Cquote1.pngVocê quis dizer: Conceição dos bobes?Cquote2.png
Google sobre Assunto
Cquote1.pngVocê quis dizer: Terra dos Posers?Cquote2.png
Google sobre Assunto
Cquote1.png Perdi o meu dedo em um motor de Sisal dessa cidade! Cquote2.png
Luis Inácio Lula da Silva
Cquote1.png Uma Incrível história, mas esqueceram de citar minha passagem por ela... Seu Filho da P... Vou te descer o cacete seu Merda Cquote2.png
Mahatma Gandhi
Cquote1.png Você traiu o movimento red Cquote2.png
Dado Dolabela sobre saida de Vertinho do partido
Cquote1.png Tini, Tini, Tini, Tini, Tini, Tini, Tini, Tini, Tini Cquote2.png
Pinga sobre a cidade
Cquote1.png Eu já gravei uma SENA nela Cquote2.png
Sasha
Cquote1.png É tetraaaaaaa, é tetraaaaaaa! Cquote2.png
Galvão Bueno narrando o tetracampeonato da Seleção Coiteense
Cquote1.png Fica parecendo um capacete Cquote2.png
Menina retardada falando sobre o uso de bobes
Cquote1.png É uma chapinha natural, não agride o cabelo Cquote2.png
Coiteense sobre o uso de bob
Cquote1.png Não, eu não quero aceitar digerir a seleção brasileira Cquote2.png
Zé Gambirra sobre proposta em ser técnico da seleção brasileira
Cquote1.png É a treva Cquote2.png
Qualquer morador relatando sobre o fim de semana em Coité
Cquote1.png Já Comi! Cquote2.png
Chuck Norris
Cquote1.png Nota de Falecimento Cquote2.png
Locutor fúnebre de Coité sobre morte de Michael Jackson
Cquote1.png Hoje é cachaça, mulher e gáia Cquote2.png
Típico coiteense sobre o seu produtivo fim de semana
Cquote1.png Eu prometo calçar a sua rua Cquote2.png
Candidato a vereador de Coité
Cquote1.png Em Coité tem iscola? Cquote2.png
Carla Perez preocupada com educação coiteense
Cquote1.png Jesus Ama Vocês! Cquote2.png
Crente coiteense entregando folhetos nas ruas
Cquote1.png Não tinha cidade melhor? Cquote2.png
Nossa Senhora da Conceição sobre ser Padroeira
Cquote1.png Cresce o número de açaltos e açaçinatos em Coité Cquote2.png
Informecoite alertanto sobre o crescimento da violência na cidade
Cquote1.png ZYH, 488, Rádio Sisal... 900 KHz A.M, Conceição do Coité, Bahia Cquote2.png
Rádio Sisal
Cquote1.png Agora os fatos policiais... Cquote2.png
Jornal das Oito
Cquote1.png Depois de juntar dinheiro o ano todo, consegui ir para o Baião de 2 e peguei a vendedora de churrasquinho Cquote2.png
Pobre Coiteense sobre pegação no Baião de 2
Cquote1.png Eu sou de Salvador! Cquote2.png
Integrante da banda coiteense Batukerê dando entrevista
Cquote1.png É dando que se recebe!! Cquote2.png
Deputado coiteense adorando o troca-troca com o governador
Cquote1.png Eu vejo bobes! Cquote2.png
Menino do Sexto Sentido sobre paisagem da cidade
Cquote1.png Eu Amo Coite S2! Cquote2.png
Puxador de Saco Barato demonstrando seu carinho por Coité
Cquote1.png Fica perto de Feira de santana! Cquote2.png
Bira sobre Coité
Cquote1.png Coiteense não nasce, estreia! Cquote2.png
Coiteense fanático sobre Coité
Cquote1.png Socorro! Meu Deus, eu não quero morrer! Cquote2.png
Coisa sobre fim de semana em Coité
Cquote1.png Isso é um curral! Cquote2.png
Típico pseudo-intelectual coiteense demonstrando sua visão sobre a política de Coité

Tabela de conteúdo

[editar] Conceição do Coité

Dados atuais: Possui cerca de 80 mil moradores, onde 44% são Homens, 50% são mulheres bonitas ou não, 6% são barangas ou malacadas. (mais pra menos).

Possui uma área territorial de 1.086,224 km², sendo que 80% da área divide-se entre as famílias, Rios, Carneiro, Almeida, Ramos, Resedá, Araújo, Gomes, Gordiano e Passos, restando assim 3% do território que a antiga prefeitura dos "vermelhos" ousavam em usar. PIB (Produto Interno Bruto) R$ 227.115 mil (Declarado) IBGE/2006 PIB per capita R$ 3.833,00 IBGE/2006 (em época de Eleição aumenta a venda, principalmente de votos, podendo a maioria das famílias (85%) conseguir um salário mínimo)

Segundo dados do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) 45% dos empregados são oriundos de emprego público mediante bajulação e indicação política, 15% trabalham e se esforçam com méritos para ter uma boa remuneração, 40% vivem de Bolsa Família, esmolas, recebem sem trabalhar ou até mesmo já se encontram mortos.

Entrada da cidade, símbolo pagão em homenagem à HR.

[editar] Pré-História

Conceição do Coité, típica cidade do interior da Bahia, há relatos humanos nessa região a cerca de 3000 a.c, segundo pesquisadores bandeirantes da torcida desorganizada da seleção, viveram aqui na região grupos indígenas cuja religião adorava um deus designado apenas como HR. Segundo a lenda, HR teria feito um pacto vermelho com as profundezas do inimaginável, nisso resolveu criar nessa área um curral onde ele regeria e protegeria dentro dos seus interesses pecuniário. No grande dia da criação, HR teria constatado por Twitter Galileu que o transmitiu através de sua luneta de setes Bobes o projeto inicial da cidade inspirada em Jericó. No entanto, devido ao Dilúvio, Hr teria se aprisionado em uma caverna em forma de Olho onde só mais tarde teria saído e finalizado a construção da cidade.

[editar] Relatos Oficiais e Históricos

A primeira e mais velha moradora da Cidade foi dona Maria da Conceição (1300- 1506), ela aproveitava as rotas abertas pelas Cruzadas para produzir e vender capacetes para os pilotos de jegue, o material utilizado até então era uma cuia que provinha da árvore de Cuité. Com a utilização de adubos vindos da Cuité Rural, foi possível o aumento e a expansão dessa produção, nisso trouxe inúmeros moradores para a região que até então estava sem nome.

No entanto em certo dia, universitário da universidade Harvard em uma escavação arqueológica, descobriram uma caverna em forma de Olho, ao abrir vislumbraram um velho decrépito que com um piscar de olho fez aparecer Rios Vermelhos, depois disso a cidade nunca mais foi à mesma, ele casou-se com a primeira moradora, na qual tomava-a carinhosamente como Nossa Senhora da Conceição do Coité, nisso surge o nome da cidade. No local onde o encontram ele denominou Olhos D’água.


Após a fundação da cidade o período conhecido entre 1506 a 1917 foi considerado séculos negros, aparentemente nesse período as pessoas viviam alienadamente convencidas, era uma rotina vulgar, tomavam Skol no final de semana e trabalhavam arduamente como condenados, na maioria das vezes ganhando apenas comissão, durante toda semana para poder conseguirem dinheiro para beber e irem para as Festas como oBaião de Dois e a que homenageia HR o Curral Fest.

Em 1917, com a Revolução Russa, surgi uma nova força que ameaça ao poderio do dogmatismo Religioso de HR, foi a partir dessa época que surgiu o método tão utilizado da compra de Votos. A Organização denominada Poder Azul inicia um processo junto com Getúlio Vargas para tentar impor o Estado Novo, assumindo então à liderança pela primeira vez com Vando. Esse foi considerado Judas pelo seu concorrente Sr. Hamilton, já que antes fazia parte do mesma religião de HR, mudando de lado com intuito de conseguir o poder. O Poder Azul, conseguiu converter esse principal eclesiástico dos vermelhos e não deu outra, Vando ganhou para o maior sacerdote dos Vermelhos o Sr. Hamilton, entretanto ele como Judas não tinha noção da conspiração Imposta pelos seguidores de HR. Muitos acreditam que o inimaginável era um grupo illuminati ligado ao Skull Bone, por isso, Vando, assim como Getúlio e o próprio Judas, não resistiu às forças obscuras, suicidado-se por enforcamento.

Depois do Fim trágico da primeira experiência do Poder azul, os seguidores de HR continuaram no poder, porém sempre ameaçado pelo Poder azul de influência Russa. Em 1964, temendo um suposto apoio de Jango ao Poder azul, a seita conspira para o Golpe, agora com um forte apoio do imperador Faraônico de ACM.

Durante esse período de ditadura inúmeras Guerrilhas se formam, todas coagida com muito rigor. Pós ditadura o controle vermelho ainda continua forte. Após a tomada do poder na Bahia pelo PT, morre o imperador supremo (ACM), novamente o poder da cidade se ver ameaçado, eis que surgi então Ernesto Assis Guevara de la Sierna e seu Amigo André Castro, ambos com o apoio do poder azul. Há uma luta ferrenha, porém nem o PT da Bahia colocava fé nesses guerrilheiros que se fizeram na escola das antigas lutas da década de 64 à 89, perderam feio. E assim continua o Poder Vermelho, com um representante que mais sabe fazer um suco de laranja que governar uma cidade.

[editar] Atualidades

Renato, totalmente despreparado, inicia seu governo que desde o inicio se mostra propenso ao fracasso. Mantem em sua base os antigos apóstolos de HR, que consequentemente continuam com as mesmas práticas macabras de governo. Apesar de possuir um “currículo” de “prestação de serviço” na prefeitura de Coité, Renato se mostrou um verdadeiro fantoche nas mãos desse grupo, algo que, de certa forma, desencadeou o fim dos tempos.

Reza a lenda que HR teria se utilizado das tecnologias Maias a fim de consegui todo o seu poder, contudo, apesar de ter como base o calendário dessa civilização antiga, não considerava aplicável em Coité. Entretanto ele estava errado, o fim do quinto e último ciclo que ocorre em 2012 deixou uma atmosfera estranha no ar, eis então que surge Renato, como um anticristo da doutrina de HR, mesmo tentando todos os meios já conhecidos como a construção apressadas de praças e geringonças com a finalidade de iludir ou povo, ou de favorecer a economia local numa semana antes do pleito, o fim estava certo, estava escrito nas estrelas.

E foi justamente na Estrela do PT que a derrota do grupo de HR surge. Assis Guevara une-se a Alex Tio Sã, analogamente a união da URSS com os EUA na segunda guerra mundial, com o um objetivo único: Derrubar a doutrina sanguinária dos Vermelhos. A principio nem Renato, nem nenhum dos seguidores de HR acreditavam na derrota, imaginavam que esta, como tantas outras, estaria no gogó. Contudo a situação não era simples como se imaginava... Anteriormente um golpe dilacerador mostrou que o fim do Grupo estava chegando e que 2012 cumpriria sua sina.

O CQC invadiu Conceição do Coité e revelou como as vacas do prefeito Renato estava sendo tratadas, realmente o Brasil passava a conhecer o lado mais macabro da seita de HR: Eles não respeitavam os Direitos Universais das Vacas e Touros. Foi o maior escândalo já visto na região sisaleira, Bois, Cabras, Bodes, Burros, Cavalos, Coiteenses etc., invadiram o centro da cidade, todos de cara pintada e exigindo a renúncia imediata do prefeito, porém Renato se escondeu e solicitou ao seu assessor de imprensa, Val Mentira, que contasse tudo que havia acontecido. Ele esclareceu que o vaca havia sido agredida pelo CQC e por isso esse programa não poderia ser levado a sério quando se trata desse assunto.

De fato, muitos comeram esse agá, até os representantes das vacas e touros que se faziam presentes na câmara de vereadores, depois discursos contagiantes e magnificamente boçais, toda situação foi tranquilizada. Contudo não para a corrida eleitoral.

Na corrida eleitoral paredões foram usados para cercar os eleitores “conscientes” nos campos de concentrações usados para aquecimentos pré-comícios, contudo isso não foi o suficiente para garanti a vitória do atual prefeito. O universo conspirava contra e a fonte maia utilizada por HR fez valer sua força, o fim chegou, de repente, no horizonte, soava apenas uma voz: Pa Pê Pô Acaaaaaaaaaboooouuuuuuuuu Acaaaaaaaaaaaaaaaaboooooooooooooooooouuu, mooorreeeeeeeeeeeeeuuu Veeerrrmêeeiiiii Ti Ti Ti Beleaaaadoooooos!! E assim começará uma nova história pra coité.

[editar] Economia Atual

Típica Mulher coiteense fazendo uso da única finalidade da sua cabeça!

Atual situação econômica da cidade de coité se baseia na produção do Sisal, afinal vendem a fibra para evitar suicídio por enforcamento da população, pois o tédio que se faz no final de semana induz a isso. Produto de Monopólio das principais famílias da cidade (principalmente os Rios) na qual pagam o que der na telha para os cortadores e ainda oferecem aposentadoria para aqueles que perdem alguma parte do seu corpo no Motor de trituração.

Há também a produção de Mandioca, que é amplamente valorizada quando algum jornal resolve comentar sobre esse tipo de cultura, servindo para marketing, colocando roupas novas ( com o nome da prefeitura Obvio) nos raspadores para passar uma impressão de desenvolvimento.

Há também as indústrias (principalmente a COTESI), ligada a família dos poderosos, ela conseguiu grandes benefícios da prefeitura para sua instalação na região. Possui 30% de estagiários 60% de inseguros e 10% de pessoas superiores intelectualmente vindas do Rio Grande do Sul.

Principal produto de comercialização coiteense

Os principais produtos de comercialização na cidade é a cachaça e o voto e CÙ, ambos ligado um ao outro. Como não possui lugares de lazer atraente, o álcool etílico é amplamente consumido, isso faz com que as pessoas tenham uma impressão de divertimento, além de corroer o cérebro fazendo que não questione qualquer situação política e consequentemente vendem seu voto gerando mais riquezas.

A cidade possui um grande problema na área de distribuição de água devido aos frequentes roubos aos canos PVC, usado principalmente nas cabeças das mulheres. Problema esse de repercussão nacional e de difícil solução.

Campanha governamental de incentivo ao comércio coiteense

[editar] Principais logradouros

Jardim da Babilônia Construído desde a fundação da cidade por HR, inicialmente estava erguido por colunas de concreto nesta época era chamado de Jardins Suspensos da Babilônia. Contudo durante o declínio de HR as pilastras ruíram e hoje é apenas Jardim da Babilônia ou banheiro de dejetos de pardais.

Praça do Mercado Ocorre a Feira Livre durante todos os dias da semana. Na sexta feira é o dia oficial pra compra de roupas e calçados nas barracas. Durante o resto da semana tais mercadorias são provenientes das malas e sacolas rasgadas após as brigas dos motoristas dos carros de linha por passageiro.

Praça Morena Bela Não há relatos de moradores de terem visto nem a fonte e muito menos a luz.

Rua do Fogo Fica a critério da imaginação do leitor.

Praça da Igreja A explicação mais fiel do ditado “Acende uma vela pra Deus e outra para o Diabo”, pois nesta praça está concentrada a maior quantidade de bares da cidade, onde os fieis saem da igreja e vão direto biritar ou os bêbados vão rezar.

Rua do Padre rua que iniciou-se sob um forte regime inquisitorial do Pe. Madureira. Muitas fogueiras (e não eram de São João) foram acesas em prol da purificação da rua, queimando as prostitutas, os blasfemos e os hereges. O nome da rua foi dada pelos fiéis fanáticos católicos. A urbanização da rua, a pavimentação, os jardins suspensos vieram transformá-la na rua mais importante da cidade. É hoje a rua onde se concentram o maior número de piriguetes, cachaceiros e vagabundos pessoas que não tem o que fazer E, não se engane: essa rua é como um exame de próstata; cedo ou tarde você terá de passar por ela.

[editar] Principais eventos culturais

CURRAL FEST Festa Milenar em Homenagem a HR

Festa da Padroeira Período no qual há maior perda de virgindades crianças na cidade.

Vaquejada de Serrinha Festa anual que ocorre em todo ano eleitoral.

Baião de 2 Surgiu de uma reunião de amigos que foram comer baião de 2 ao som de Pinga e Pedro Chula, desde então arrasta milhares de pessoas de todo o estado da Bahia, do Brasil, do mundo, do sistema solar, para curtirem as bandas mais estouradas do momento.

Curral Fest Principal festa que homenageia o deus HR.

Aniversário da Cidade Último relato desta festa foi em 1911 a.c.

v d e h
MONARQUIA DO TIO ACM PETISTA DA BAHIA
BA


Micareta de Feira Que acontece dias 24 a 29 de abril.

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas