Desnotícias:Dinamarca apenas empata com os cangurus e precisa torcer pra França perder

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

FIFA WORLD CUP 2018.png Esta desnotícia é parte do projeto DesCopa Russia. Na Rússia, a Copa se informa sobre VOCÊ!

É MARA!, Vodkaland - Estádio Mara

Em jogo muito equilibrado, visto que dois times ruins e pouco tradicionais entraram para definir seus destinos na Copa do Mundo, a Dinamarca apenas empatou com os cangurus por 1 a 1. Para um time que venceu o Peru na cagada e outro que nem sabe o que é "soccer", o empate ficou de bom tamanho. Com o fim da rodada, a Austrália já está eliminada até na Austrália (?).

Primeiro tempo[editar]

Australianos ludibriam com sucesso a defesa dinamarquesa, estimulando-os a pôr a mão na bola dentro da área ao convencê-los de que estavam jogando rugby. Só assim para a Austrália fazer um gol nessa copa. De pênalti.

O jogo começou como outro qualquer, com o toque inicial. A primeira chance do jogo veio com uma falta dos cangurus, mas logo os dinamarqueses criaram a sua chance também de falta, sem sucesso, deixando claro que ambos os times não aprenderam como cabecear uma bola em direção ao gol. Tanto australianos como dinamarqueses apenas colocavam a cabeça na frente da bola e testavam sua sorte em todo cruzamento, para ver se a bola ia mesmo em direção ao gol.

Mordidos pelo Peru, contra quem jogaram muito mal na abertura da rodada do grupo, a Dinamarca atacava bastante, tentando provar que não eram tão ruins assim. Mas logo se viu porque os dinamarqueses não tacam muito: é porque são muito ruins e sem objetividade. Só tinha o Eriksen para fazer algo pelos dinamarqueses, e olha que ele é só um jogador médio-bom, mas em comparação com todo o resto, ele fica sendo o astro da Dinamarca. Foi logo aos 6 minutos de jogo que a Dinamarca ensinou como se balança a rede com Eriksen (esse cara? Não diga!), que usou o pé canhoto (considerado o melhor do mundo).

Ao perceberem que os australianos nada faziam, confusos por não poderem pôr a mão na bola e sair correndo com ela, os dinamarqueses começaram seus ataques constantes. Os australianos precisavam vencer, mas eram sufocados pela Dinamarca. Às vezes parecia até que os australianos sabiam jogar futebol, mas era tudo culpa da Dinamarca que é ruim pacas e fica dando espaços pro adversário.

Tudo estava bem quando de repente ocorre um pênalti para a Austrália, marcado claramente pelo VAR. Os árbitros de vídeo concluíram que ninguém estava jogando rugby e que o dinamarquês não poderia pôr a mão na bola. Bateram o pênalti e gol de empate da Austrália; parece que só assim para esse time canguru perneta conseguir marcar um gol, na base dum pênalti muito mal cobrado e valendo-se do fato do goleirão dinamarquês já ter pulado para um canto 10 segundos antes da batida do australiano.

Segundo tempo[editar]

Esse começou conturbado com muitos ataques australianos... teoricamente o pior time, mas que parecia melhor. Enquanto isso, a Dinamarca não sabia o que fazer no jogo, pois não contava que a Austrália soubesse jogar futebol com os pés. Não que realmente soubessem jogar futebol; afinal, a "superior" Austrália exibia apenas ataques sem sentido e sem conclusão. Às vezes o jogo equilibrava e a Dinamarca também fazia seus ataques desnecessários, até que a Austrália fez mais uma chance de perigo sem necessidade, como se fosse chutar um melão pra frente. A cada falha da defesa, aparecia outra chance australiana.

A Dinamarca estava sendo sufocada na metade final do segundo tempo, então os dinamarqueses armaram aquela retranca, visivelmente satisfeitos com um mero empate com Austrália. E aí, o que os europeus fizeram?

( ) Dar o passe longo pro Eriksen para ele mandar aqueles cruzamento para o atacante marcar o gol da vitória;
( ) Fazer várias infiltrações na grande área, até que chegasse um atacante da Dinamarca e marcasse;
(x) Deixar a Austrália atacar para depois armar um contra-ataque sem velocidade e sem efetividade.

E assim os australianos ensinaram como não atacar um time retrancado. A Dinamarca, que era a super foda do grupo, fazia merda nenhuma. O jogo acabou empatado, mas se dependesse de futebol exibido, esses dois deveriam ser eliminados junto com o Peru.


Fontes[editar]