Desnotícias:Juiz Federal da 1ª Região promove feijoada em Mariana

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Desnoticias logo.png

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

VILA SAMARCO, Brejo brasileiro

Cquote1.png Que isso, a cidade ficou até mais bonita depois do incidente! Cquote2.png
Jaques Ferreira, ao suspender o processo.

Para justificar aquele ditado que diz que A Justiça Tarda, e Também Falha, a TRF1, em nome do meretríssimo juiz de Ponte Velha, Jacques Wagner de Queiroz Ferreira, suspendeu na tarde de hoje-1 o processo que corria nos anais do tribuanal onde trabalha. Quando perguntado pela nossa equipe do porquê da ação, o juiz justificou com:

Cquote1.png pq eu quero Cquote2.png
Jaques Queiroz, explicando passo a passo o que levou a anulação do processo (via WhatsApp).

Cquote1.png No Brasil [...], os crimes ocorrem e nada acontece. Aos padecentes, lhes são servidos feijoadas! Cquote2.png
Turista coreano sobre o Brasil

A mineradora San Marcos™, em comemoração ao anúncio do juiz, resolveu promover um banquetaço semelhante aos que ocorrem em Brasília em dia de CPI, só que ao invés de pizza, o prato principal será a feijoada.

Segundo algumas pessoas que trabalham junto ao juiz, o motivo real para o pedido de anulação do processo que poderia dar uma bolada em indenizações às vitimas (que nunca ganhariam um centavo sequer), seria o fato do juiz ter passado próximo a um bebedouro molhado. Em razão do bebedouro ficar no caminho do único corredor que dá acesso ao seu escritório particular, o Juiz tentou desviar daquele bebedouro selvagem que espirrava água e acabou molhando os bolsos acidentalmente. Depois do incidente, testemunhas dizem que o magistrado se dirigiu ao seu escritório feliz da vida, falando palavras como a gasolina desse mês está garantida e finalmente vai dar pra pagar a multa do carro de meu filho.



A Samarco é Uma Empresa do Grupo© Vale S.A.®, que por sua vez é a dona da Capitania de Minas Gerais desde a proclamação da independência do Brasil dos domínios do império português. Todos os Direitos estavam Reservados no reservatório de Mariana.


Fontes[editar]