Despoesias:Craca de Umbigo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Despoesias.png
Gregorio-de-matos.gif

Este artigo é parte do Despoesias.

O seu Cancioneiro/Romanceiro livre de conteúdo.


<poem>

Amanhã vou à aldeia
Pois cortaram minha orelha
Preciso falar com o pajé
E ter um pouco de fé

O sangue que esparrama
Parece mais com lama
Pois havia muita cera
E esse "poema" tá uma tosqueira
Se tivesse faca diria que é mineira
E de novo eu digo:
Essa porra tá uma zueira
Fede mais que craca de umbigo

Mas como isso é um "Despoema"
Acho que não tem problema
Porém, o correto seria "Despoesia"
Mas eu não vou editar essa putaria

Espero que os admins malvados
Não apaguem esse texto todo cagado
Mas se fizerem
Foda-se