Família

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Este artigo fala sobre a estrutura social natural sob a qual os seres humanos se enchem o saco. Para outros significados consulte família (desambiguação).


Ruth lemos01.jpg Esse artigo-igo não tem nenhum valor nunonotri.. nunotritriti... adequado!
Ajude-ude essa página-na idiota-ota a comer um sanduíche-íche... AGORA-ORA!!!
Cquote1.png Matei tua ramília? Cquote2.png
Jeremias José sobre tua ramília

Cquote1.png Existem ratos na minha familia... Cquote2.png
Cquote1.png Matei minha família e fui ao cinema. Cquote2.png
Júlio Bessane sobre família
Cquote1.png Matei minha família e fui ser feliz. Cquote2.png
Matheus Pacheco sobre família
Cquote1.png Eu tenho medo Cquote2.png
Regina Duarte sobre Família
Cquote1.png ... família, família... cachorro, gato, galinha... Cquote2.png
Titãs sobre família
Cquote1.png Matei meu clã inteiro, e até hoje não me arrependi,só deixei meu irmão vivo. Cquote2.png
Itachi Uchiha sobre família
Cquote1.png Passo muito tempo no pc, quase nao tenho familia Cquote2.png
Nerd sobre Família
Cquote1.png Eu odeio a minha família. Não tem sequer um que eu goste Cquote2.png
Eu mesmo sobre minha família
Cquote1.png Adoro a minha família Cquote2.png
Garoto rico sobre Família
Cquote1.png Meu pai é e um bêdado, e minha mãe uma vagabunda Cquote2.png
Favelado sobre Família
Cquote1.png Ainda bem quem não tenho isso Cquote2.png
Orfão sobre Família

Foto para o álbum de família

Família é o conjunto de pessoas esquisitas que tiveram a infelicidade de compartilharem o mesmo sangue e, por coincidência, morar embaixo do mesmo teto, acima do mesmo solo, e ao lado da mesma parede, superpraticantes de coisas muito amorosas tais como o incesto e a pedofilia.

Constam informações que tais práticas geralmente ficam escondidas entre quatro paredes, sendo raros os casos onde há uma reação na direção da contraposição a isso, graças ao peso dos tabus envolvendo a criação em tal ambiente, que é a preparação para a vida adulta dos infelizes que lidam com tal situação.

O que é a família?[editar]

Festas em famílias podem ser muito interessantes.
Família nerd que navega unida, permanece unida

A família é um sistema complexo de relações, onde seus membros compartilham um mesmo contexto social de pertencimento. A família é o lugar do reconhecimento da diferença, do aprendizado de unir-se e separar-se, a sede das primeiras trocas afetivo-emocionais, da construção da identidade. É a matriz: na família nascemos, na família morremos! CORTA CORTA

É um sistema em constante transformação, por fatores internos à sua história e ciclo de vida em interação com as mudanças sociais . Sua história percorre a dialética continuidade/ mudança, entre vínculos de pertencimento e necessidade de individuação. É no cenário familiar que aprendemos a nos definir como diferentes e enfrentar os conflitos de crescimento. Falar de família é também falar de mito, memória, transmissão.

No mundo intergeracional da família nos constituímos como sujeitos, como seres sociais, e nosso comportamento só é compreensível sob a luz da organização e funcionamento de um sistema de relações, cujo contexto delimita e confere significado a tudo que ocorre no seu interior.

Podemos também definir uma família como um grupo que vive junto pela paixão de estar junto, onde uns entram e outros saem, num aprendizado constante de mudança e atualização da rede de afetos. É no seu seio que vivemos as nuances do amor intercaladas no aprendizado de unir-se e separar-se, mudando nossos jeitos de estar com as mesmas pessoas no decorrer de toda nossa vida. É o lugar da primeira relação, da primeira mulher, do primeiro homem, da dor da primeira separação.

Uma linda familia siria

A família é composta de indivíduos que estabelecem relações entre si, compartilhando a mesma cultura, as mesmas crenças, onde cada um exerce uma função distinta e complementar.Família é dentro de nós: somos ao mesmo tempo avós, pais, filhos, irmãos, tios, primos, etc..

A família se fundamenta na ideia de coesão e continuidade, como uma célula reprodutiva, e vive o paradoxo mudança /estabilidade em todo seu ciclo vital. A crise característica de processos de mudanças muitas vezes surge como uma ameaça de ruptura. A singularidade de como cada família cuida de seu equilíbrio e sobrevivência, interage com os relacionamentos interpessoais e intergeracionais de seus membros.

Uma Família Típica Americana[editar]

Uma família típica americana é composta por geralmente 4 pessoas, um pai, um homem gordo que tem um péssimo emprego, e passa o tempo livre assistindo tv, e que certamente não chegará aos 60 anos de idade, pois será vitimado por um infarte.Dois filhos, geralmente um casal, um menino loirinho que é zuado na escola pelos valentões, e uma menina adolescente que só quer sair com os caras do time de futebol. E finalmente a mãe uma dona de casa que está sempre com um sorizo no rosto e o cabelo cheio de laque.

Uma Família Típica Brasileira[editar]

É composta por várias pessoas geralmete um Pai, um bêbado que vive de fazer bicos por ai, e que passa os fims de semana no bar, os filhos geralmente, a filha ja tem outro filho que ela teve com 14 anos, o menino se acha um malandrão do hip-hop, e tem sempre o menor que passa o dia andando pela rua, e que futuramente será igual aos irmãos, sem falar nos tios vagabundo, a sogra, os avôs, um encostado qualquer que vive de favor, um cunhado gay, o sogro, e mãe uma vagabunda que casou só para siar do barraco em que morava e ir viver em um barraco maior.


O cuidado das mães quando os filhos começam a nascer[editar]

  • Primeiras fotos: *
  1. º- Irmão mais velho têm um álbum de fotografia completo, um relato minucioso do dia que vieram ao mundo, fios de cabelo e dentes de leite guardados.
  2. º - O segundo mal consegue achar fotos do primeiro aniversário.
  3. º- Os terceiros, não fazem ideia das circunstâncias em que chegaram à família.
  • O que vestir: *
  1. º bebê - Você começa a usar roupas de grávidas assim que o exame dá positivo.
  2. º bebê - Você usa as roupas normais o máximo que puder.
  3. º bebê - As roupas para grávidas são suas roupas normais, pq você já deixou de ter um corpinho de sereia e passou a ter um de baleia.
  • Preparação para o nascimento*
  1. º bebê - Você faz exercícios de respiração religiosamente.
  2. º bebê - Você não se preocupa com os exercícios de respiração, afinal lembra que, na última vez, eles não funcionaram.
  3. º bebê - Você pede para tomar a peridural no 8º mês porque se lembra que parir dói demais.
  • O guarda-roupas*
  1. º bebê - Você lava as roupas que ganha para o bebê, arruma de acordo com as cores e dobra delicadamente dentro da gaveta.
  2. º bebê - Você vê se as roupas estão limpas e só descarta aquelas com manchas escuras.
  3. º bebê - Meninos podem usar rosa, né? Afinal o seu marido é liberal e tem certeza que o filho vai ser macho igual ao pai! (será que vai mesmo?)
  • Preocupações *
  1. º bebê - Ao menor resmungo do bebê, você corre para pegá-lo no colo.
  2. º bebê - Você pega o bebê no colo quando seus gritos ameaçam acordar o irmão mais velho..
  3. º bebê - Você ensina o mais velho a dar corda no móbile do berço ou manda o marido ir até o quarto das criança.
  • A chupeta*
  1. º bebê - Se a chupeta cair no chão, você guarda até que possa chegar em casa e fervê-la..
  2. º bebê - Se a chupeta cair no chão, você a lava com o suco do bebê.
  3. º bebê - Se a chupeta cair no chão, você passa na sua camiseta, dá uma lambida, passa na sua camisa desta vez para dar uma secadinha pra não pegar sapinho no nenê, e dá novamente ao bebê, pq o que não mata, fortalece (vitamina B, de Bicho, off course!)
  • Troca de fraldas*
  1. º bebê - Você troca as fraldas a cada hora, mesmo se elas estiverem limpas.
  2. º bebê - Você troca as fraldas a cada duas ou três horas, se necessário.
  3. º bebê - Você tenta trocar a fralda somente quando as outras crianças começam a reclamar do mau cheiro.
  • Banho*
  1. º bebê - A água é filtrada e fervida e sua temperatura medida por termômetro.
  2. º bebê - A água é da torneira e a temperatura é fresquinha.
  3. º bebê - É enfiado diretamente embaixo do chuveiro na temperatura que vier, pq vc, seu marido e seus pais foram criados assim, e ninguém morreu de frio.
  • Atividades*
  1. º bebê - Você leva seu filho para as aulas de musica para bebês, teatro, contação de história, natação, judô, etc...
  2. º bebê - Você leva seu filho para a escola e olhe lá..
  3. º bebê - Você leva seu filho para o supermercado, padaria, manicure, e o seu marido que se vire para levá-lo à escola e ao campo de futebol...
  • Saídas*
  1. º bebê - A primeira vez que sai sem o seu filho, liga cinco vezes para casa da sua mãe (sua sogra não pode ficar com a criança porque na sua cabeça, ela nunca foi mãe), para saber se ele está bem.
  2. º bebê - Quando você está abrindo a porta para sair, lembra de deixar o número de telefone pra empregada.
  3. º bebê - Você manda a empregada ligar só se ver sangue.
  • Em casa*
  1. º bebê - Você passa boa parte do dia só olhando para o bebê.
  2. º bebê - Você passa um tempo olhando as crianças só para ter certeza que o mais velho não está apertando, mordendo, beliscando, batendo ou brincando de supermam com o bebê, amarrando uma sacola do carrefour no pescoço dele e jogando ele de cima do beliche.
  3. º bebê - Você passa todo o tempo se escondendo das crianças.
  • Engolindo moedas*
  1. º bebê - Quando o primeiro filho engole uma moeda, você corre para o hospital e pede um raio-x.
  2. º bebê - Quando o segundo filho engole uma moeda, você fica de olho até ela sair.
  3. º bebê - Quando o terceiro filho engole uma moeda, você desconta da mesada dele.

Ver também[editar]