Harem (hentai)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.


Harem é um gênero para o hentai referente à orgia, swing e completa falta de bons costumes e incentivo a total promiscuidade.

As histórias[editar]

E ele consegue comer todas por pelo menos três vezes em cada orifício.

Tratam-se de histórias onde um protagonista putaqueparivalmente sortudo transa com suas 10 irmãs, suas 15 colegas de escola, suas 12 professoras, suas 20 empregadas escravas sexuais, suas 5 cadelas (metamorfosiadas em Dog Girls) e mais 15 futanaris prostitutas de rua, tudo ao mesmo tempo e consecutivamente sem amolecer um segundo. O que demonstra que os autores de hentai são tão virgens quanto seus leitores, para criar algo tão fora da realidade assim.

Os enredos são geralmente triângulos amorosos que acabam numa orgia, que viram um quadrilátero amoroso, e depois um pentágono amoroso, hexágono amoroso, e todos figuras geométricas amorosas até a vida do personagem se transformar em sexo 24 horas por dia.

O desfecho desse tipo de história termina com a morte do protagonista em decorrência da AIDS e todas outras DST e não-DST imagináveis, deixando para trás mil filhos das vadias as quais engravidou indiscriminadamente... ops! Essa seria se fosse a vida real... no hentai não, no final ele termina se casando com uma de suas paixões, mas ainda continuando comendo mil mulheres por dia porque sua esposa é compreensiva, o ama, e entende suas necessidades sem recriminá-lo.

Outra peculiaridade nessas histórias é que não existe mulher feia, se ele tiver 10 irmãs, as 10 serão belíssimas e com todos dentes na boca... A população inteira mundial é feita por gostosas se na história o cara tiver que comer 1 milhão de mulheres... mas as vezes todas são feias, quando o autor é ruim de desenho e só desenha lambanças.

Lembrando que uma mulher ser estuprada por 25 homens gordos não está incluso neste fetiche, esse tipo de prática é o chikan.

Protagonista[editar]

Geralmente o protagonista das histórias desse gênero é um completo imbecil, tímido, que na vida real não pegaria mais que 5 (os cinco dedos da própria mão). O motivo do rapaz ter essa personalidade é que o leitor se identifique e se sinta mais envolvido nessa fantasia erótica que jamais irá se realizar, afinal o público de um hentai são em 99% composto por virgens pré-adolescentes (os demais 1% por velhos de 40 anos que nunca pegaram ninguém na vida).

Não sei se esses caras usam algum perfume mágico ou se eles têm pau de mel porque caraca, basta ele esbarrar numa random qualquer que ela automaticamente quer dar para ele a todo custo e o mais rápido possível, daí na outra página aparece os dois no banheiro mais próximo ou num motel qualquer pra ter alguma cena, e a mina ainda pode ser casada ou ter os compromissos que for que o protagonista vai ser o seu novo foco da vida, perfeitamente real.

Como o enredo hentai é completamente desumano e fantasioso, a próstata dos personagens masculinos nessas histórias são do tamanho de uma melancia, tamanho este necessário para conseguir produzir os 10 galões de esperma produzidos a cada nova página.

Onde encontrar[editar]

Galeria[editar]

Ver também[editar]