Independência (Rio Grande do Sul)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gauchodanc.jpg Mas bah, tchê!

Este artigo buenaço e tri-legal é do mais puro humor gaudério dos pampas, vivente, então veste tua bombacha, recolhe teu pelego no galpão e toma um mate amargo com a gente, macanudo!

Chima.jpg

Cquote1.png Você quis dizer: Impotência Cquote2.png
Google sobre Independência (Rio Grande do Sul)

Independência é um município independente (não poderia faltar um dos clichês da cidade) e que se emancipou de algumas cidades das redondezas. Quando se viu ao redor de cidades com nomes bizarros como Alegre e Alto Feliz, achou que deveria entrar também na panelinha de municípios com nomes sugestivos e clichês, assim adotando o nome de Independência para se enturmar entre as outras cidades.

A cidade queria virar um país, mas não tinha estrutura suficiente para conseguir formar um. ALém disso que a cidade sequer tem saneamento adequado e está 500 anos atrasada do resto do mundo. Se você visitar aquele lugar achará algo pior ou igual a vila do filme "A Vila".

Origem[editar]

Bambu nativo de Independência, independente de sua natureza de ficar reto, este escolheu se enrolar. Sim, há muitos outros seres estranhos em Independência.
NewBouncywikilogo.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Independência (Rio Grande do Sul).

Os antigos colonizadores vieram para o Brasil tomar um pouco de sol e dar uma passeadinha enquanto Hitler destruía a Europa, eles fundavam cidades, o maior passatempo deles.

Uma das cidades foi Independência que tinha outro nome (mais desconhecido que o nome do fundador daquela joça) e que foi fundada no começo do século XX com o advento dos aparelhos de rádio que garantiram a sobrevivência de milhares de pessoas naquela época que não queriam morrer de tédio.

História[editar]

Depois de sua fundação e do advento do rádio, as pessoas começaram a se reunir e trabalhar para os fazendeiros europeus que eram mega-ricos... Quer dizer, nem sempre ser rico era regra, já que Europeu rico aqui no Brasil não se isola no fim do mundo e vai direto para o Rio de Janeiro.

Quando a família do fundador que era italiana chegou, eles começaram a colocar vacas para trepar com bois para poderem vender mais e mais carne. Mas pelo menos era algo que servia para pôr comida na mesa.

Com o tempo, pessoas começaram a se instalar por lá apenas para terem o prazer de tentar evitar o monopólio que os fazendeiros tinham. Porém, as pessoas acabavam falindo e indo trabalhar para eles. Aos poucos começaram a ficar mais influentes e assumiram a liderança da cidade... Atualmente ainda é assim: todos que são da família do fundador são donos obrigatórios desse fim de mundo com 6618 habitantes.

Cquote1.png Papai, eu quero ser cientista e não quero perder o meu tempo governando essa cidade inútil! Cquote2.png
Filho e herdeiro do poder de Independência
Cquote1.png Quer morrer filho? Cquote2.png
Pai sendo gentil com o filho

Etimologia[editar]

Independência devido a Independência da república. Sim, mais uma vez uma cidade com um nome escroto que significa algo que aconteceu no Brasil a tempos atrás e que ninguém se lembra.