Júlio Verne

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
FrancesAutentico.jpg ALLONS EN₣ANTS DE LA PUTARIE!!

Este artigo è ₣rancês! Ele não toma banho, come camembert e faz biquinho. O autor já mendigou na Avenue Champs-Elysèes e è xenofòbico.

Lembre-se de quem perdeu todas as guerras para a Inglaterra.

Caricatura de Fernando Pessoa.jpg Este artigo é sobre um(a) escritor(a)!

Ele(a) talvez tenha heterônimos, sua "inspiração" vem de um copo de whisky e sua obra só ficará boa quando morrer de tuberculose.

Balada para ele(a) não é festa em boate! Clique aqui e vire a página.

Cquote1.png Morra, Verne insolente!!! Cquote2.png
Vegeta sobre Julio Verne

Cquote1.png Amadorzinho de merda Cquote2.png
Gregório de Matos sobre Julio Verne

Julio Bastman César Afonso de La Peña Cabiou Amarbio Verne foi um famoso ginasta e escritor francês e o maior escritor de fanfics.Nascido na fila do SUS na cidade de Nantes na França foi o criador da ficção científica e é considerado o padroeiro dos nerds.Seus livros são conhecidos por terem conteúdos insanos,levianos,lusitanos,demoníacos e que fazem apologia ao tráfico de orgãos de minhocas.Julio Verne cresceu na casa dos pais hippies em Nantes, a proximidade que sua casa tinha de uma fábrica de remédios e também o quintal de sua casa estar cheio de erva mágica ajudou no desenvolvimento de suas estórias fazendo com que ele viajasse para terras distantes e que planejasse viajar para o inferno como esta escrito em seu livro Viajem ao centro da Terra.

Infância dolorosa[editar]

Juventude[editar]

Júlio Verne, comandando a expedição ao centro da terra.

Julinho(como era chamado na fábrica de costura em que trabalhava) começou a se interessar por Ficção quando tinha 7 anos, se interessou pois era constantemente abduzido(bom isso é o que ele achava, na verdade era apenas seus pais que o dopavam e retiravam seus orgãos para vender no Mercado Livre), mas enfim, ele foi influenciado por alguma coisa.Aos 25 anos ingressou na Faculdade Boca do Inferno, uma faculdade de literatura, mas como todos riram de suas estórias satânicas e hereges ele foi expulso.Foi mandado para Paris por seu pai, porque Julio se recusava a tomar banho porque dizia que o ralo poderia o sugar a uma dimensão paralela, como todos em Paris fedem carniça, lá ninguém o perceberia.Foi em Paris que teve a ideia do seu primeiro livro, curioso ao saber o que aconteceria se colocasse 4564822425 toneladas de pólvora em cada base da Torre Eiffel ele conseguiu faze-lá chegar a Lua,(logo depois substituiram-na por uma de plástico mais barata), dai teve a ideia para o seu livro Da Terra à Lua.Após destruir o patrimônio francês só não foi morto porque era o único estrangeiro que apoiava a sujeira.Julio Verne parecia uma bola de Pinball de tanto que era mudado de país, logo foi mandado para as Ilhas Galactaaaaas Galápagos.

Insanidades ao ar livre[editar]

Chegando as Ilhas Galápagos, Julio conheceu um amigo que por incrível que pareça tinha a barba maior que a dele.Começava uma parceria entre Julio Verne e Charles Darwin, com ajuda de Darwin ele conseguiu escrever a maioria de seus livros inclusive conseguiram escrever um livro que parecia tão real que todos no mundo acreditaram, se chamava A origem das espécies, logo a parceria acabou pois Darwin passou a perna em Julio levando todo o crédito do fictício livro só pra ele.Abandonado e com Herpes genital Julio vagou aleatoriamente pela ilha até encontrar a criatura mais divina de todas(segundo a sua opinião), um Dragão de Komodo, ele se apaixonou perdidamente pela criatura, sabe-se muito pouco dessa parte da vida de Julio pois ele passou a fazer essas extripulias depois que descobriu uma plantação de ópio.Depois de tentar seduzir a criatura com um casaco de esquilos Julio levou uma cuspida de ácido que o fez viajar insanamente mais ainda, e criou o livro A volta ao mundo em oitenta dias, ele não quis dizer que era possível dar a volta ao mundo em oitenta dias, ele só conseguiu tal fasanha com os poderes alucinógenos da baba da criatura, logo após escrever mais um livro Julio foi mandado embora de Galápagos pois estava encomodando os Dragões de Komodo e as tartarugas gigantes.

Em busca de Ness[editar]

Após ser expulso da evolutiva ilha, Julio foi mandado para a Escócia, nas proximidades do Lago Ness, em um belo e lusófono dia ele estava caminhando a beira do lago quando avistou uma figura no lago ao qual nomeou de Monstro do Lago Ness,(o que poucos sabem é que tal avistamento era apenas um pedaço de macarrão que estava grudado na lente de seu óculos, mas mesmo assim isso teve algo de significativo na vida dos humanos, ou não).Fascinado pelo macarrão monstro ele fez mais uma obra famosa e psicodélica, Vinte mil léguas submarinas, a qual contava a história de um submarino que chegou a Vinte mil léguas submarinas(Julio Verne é um exemplo de originalidade na criação de títulos, certa vez criou um livro chamado O livro com palavras escritas em frases, que lhe rendeu tanto capital que ele teve que queimar todo o dinheiro).No livro há descrições fantásticas, mas o que realmente aconteceu é que Julio não chegou e nem 1 centímetro submarino, ele tentou 2 formas de achar o monstro, a primeira foi construir um barril gigante que pudesse cabe-lo de pé dentro e empurra-lo para o lago, depois ele ficou pulando dentro do barril gritando:Desce porra, desce porra ,desce porra, desce porra, desce porra, desce porra ,desce porra, desce porra, desce porra, desce porra ,desce porra, desce porra, mas não teve muito exito, a segunda foi pegar um canudinho e sugar toda a água do lago, também não se sabe o porque não teve sucesso, então demasiado mas bem hidratado Julio desistiu, logo foi expulso da Escócia por macarrões que se sentiram ofendidos ao serem confundidos com monstros.

Atualmente[editar]

Atualmente como Julio não é um Dercy Highlander, ele está morto, mas suas fantásticas obras iluminam os corações de nerds sociopatas e psicopatas perturbados que espumam de felicidade toda vez que leem seus livros, recentemente uma estátua foi erguida em sua homenagem em um evento de Star Wars, em toda a sua vida ele não ganhou nenhum centavo pelo seus livros mas atualmente seus herdeiros ganham menos ainda vivendo apenas de papel pra por no fogo.