Kate Moss

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Keira knightley d-1-.jpg Kate Moss é uma modelo anoréxica!

Este artigo contém fatos sobre uma modelo que precisa engordar uns 20 quilos pra ficar magra pra caralho. Sua dieta faz os presos em campos de concentração parecerem obesos e se virar de lado, desaparece.

Bob marley.jpg Kate Moss dá um tapa na pantera!

Por isso ninguém entende o que ele(a) diz!

Clique aqui se você quiser dar um tapa também.

Feio002.jpg Este artigo é sobre alguém que sofre de falta de beleza!

Não nos responsabilizaremos por qualquer dano em sua visão ou vontade de continuar a viver.

Você pode perder a libido ou ficar broxa após ler/ver este artigo.


Kate Moss
Kate-moss-1-.jpg
Alguém ajuda, que a menina está sofrendo?
Nascimento 16 de Janeiro de 1974
Londres, Inglaterra
Ocupação A original Promotora Oficial de Anorexia e Campeã Mundial de inalamento de cocaína em 2005 (entretanto perdeu o posto para Amy Winehouse)

Cquote1.png Você quis dizer: Cocaína Cquote2.png
Google sobre Kate Moss
Cquote1.png Como essa baranga virou modelo? Cquote2.png
Qualquer um sobre Kate Moss
Cquote1.png Nothing tastes so good as skinny feels. Cquote2.png
Kate Moss
Cquote1.png Nada... excepto bolo de chocolate e pizza e hambúrguer e sorvete e frango frito e... Cquote2.png
Qualquer um sobre citação acima
Cquote1.png Ela é MARA! É linda! Adoro o look dela, é tão urbano! Kate Moss é Deusa! Cquote2.png
Indieota sobre Kate Moss
Cquote1.png Já comi! Cquote2.png
Pete Doherty sobre Kate Moss
Cquote1.png Nós também! Cquote2.png
Johnny Depp, Mario Sorrenti, Jefferson Hack e Jamie Hince sobre citação acima
Cquote1.png Eu vou roubar seu lugar! Cquote2.png
Keira Knightley sobre Kate Moss
Cquote1.png HAHAHAHAHAHAHAHAHA-HAHAHA-HAHAHA-HAHA-HAHAHAHAHAHA!!! Cquote2.png
Amy Winehouse sobre citação acima
Cquote1.png Umas tartes, um cirurgião plástico e uma clínica de reabilitação: eis o que Kate Moss necessita. Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Kate Moss
Cquote1.png Kate Moss deu uma nova definição ao conceito de fealdade! Cquote2.png
Perez Hilton sobre Kate Moss
Cquote1.png Ela usa peles e casacos de pêlo. Esta organização te odeia! Sua assassina! Se veste com cadáveres! Cquote2.png
PETA sobre Kate Moss
Cquote1.png Eu amo a Kate Moss! Já tive sexo lésbico com ela! Cquote2.png
Courtney Love sobre Kate Moss


Cocaína Kate Moss é uma supermodelo inglesa e campeã mundial de 2005 na categoria Cheiramento de gatinhos. Teve sua época de glória na Década de 90, quando fez com que a anorexia ficasse na moda, e desde os inícios dos Anos 2000 que se dedica ao consumo exacerbado de químicos modificadores do comportamento humano.

Infância[editar]

Nos inícios da carreira, exibindo seu corpo raquítico e ar doente.
Kate depois de uma noite de cheiramento de gatinhos africanos.

Nascida em alguma sala de chuto de Londres, seu pai era uma mula de droga para um dos grandes cafetões da cidade, e, sua mãe, era camareira de um bar de Striptease, mas seu grande sonho era ter sido stripper, contudo era demasiado magra e tinha os ossos espetados, pelo que o dono do bordel lhe disse que ninguém ia pagar para ver um esqueleto maquilhado em lingerie despirocando em cima do palco, mas lhe dava o trabalho de trabalhar nos bastidores, preparando as putas bailarinas antes dos shows. Sua mãe ficou com tanta raiva, que passa os serões maldizendo as mulheres que tinham curvas e eram peitudas: mentalidade que, aliás, passou para a sua pequena filha, Kate, que já dava ares de vir a ser anoréxica como a mãe, que lhe encheu a cabeça de bosta parvoíces, do gênero, que um dia ela iria provar para todo o mundo que as anoréxicas é que são "mulheres de verdade" e o ideal de beleza, alienando milhares de gurias retardadas a deixarem de comer só para se parecerem com ela.

A mãe de Kate ensinou para elas todas as técnicas para se manter raquítica e com o seu ar doente característico, e seu pai lhe forneceu toda a cocaína necessária, tanto que aos 8 anos recebeu seu primeiro gatinho, e foi ali que começou seu vício em cheirar essas coisas. Kate era burra que nem uma porta e tinha o Q.I. de uma pedra, pelo que nunca se destacou nos estudos, sendo, inclusive, a pior aluna da sua turminha: coleccionando notas baixas, recuperações e reprovações, e só passavam de ano porque seus professores eram pedófilos e homossexuais, que a confundiam com um rapazinho, pois nunca, nem mesmo na idade adulta, lhe cresceram os seios.

Carreira[editar]

Kate tartaruga: seu outro alter-ego depois de "Cocaína Moss".
Indo numa daquelas festas cheias de gays da indústria da moda.

Na Década de 80, as modelos que faziam sucesso eram peitudas e atléticas, como Cindy Crawford, mas isso iria mudar na Década de 90, apesar de Claudia Schiffer estar na berra e fazer muito sucesso entre a comunidade punheteira mundial.

Que linda e sensual que ela é! (Ou não)

Quando já patricinha, Cocaína Moss foi descoberta com 14 anos numa praia, nas Bahamas, enquanto matava aula e foi fotografada fazendo topless, o que fez o maior sucesso no mundo da moda: isso porque os gays da indústria pensaram que Kate era um garoto na praia, e não uma guria anoréxica, afinal, as modelos de então se pareciam com mulheres e não guris desnutridos da África do Sul. Apesar de ter sido expulsa da escola por causa das fotos "provocantes", começou a carreira de Modelo, uma profissão inútil para a qual você não precisa de escolaridade, e não faz nada na vida, a não ser passar fome e ganhar milhões de dólares, enquanto sua anorexia é fotografada, entupida de maquiagem, produção e propaganda, e retocada até à exaustão no cosmético favorito das modelos, o photoshop.

Durante a década de 90, Kate Moss ficou conhecida como uma "anti-modelo", por ser um saco de ossos sem curvas, ao contrários dos ícones sensuais das décadas passadas como Marilyn Monroe e Brigitte Bardot. Moss tinha a ambição de tornar a Anorexia em algo legal e fashion, de elite, e apelava às gurias retardadas mulheres para serem esqueletos, afirmando que ter curvas e ser peituda era igual a ser obesa. Esta idiota nunca largou o pé das outras mulheres, e fundou a comunidade em prol da Anorexia, dizendo que nenhuma comida sabia tão bem quanto a magreza, impulsionando as pattys a deixarem de comer porque isso é que era fashion. Moss criou aquilo que ficou conhecido como Heroin Chic (na transliteração: "Heroína Chique"), apelando, também, ao consumo de drogas, porque, para além de anoréxicas, também tinham de ser chapadas. As mulheres com cérebro reconheceram Moss pela cocaínada que ela verdadeiramente é, e ficaram cagando e andando, enquanto as gurias retardadas caíram sob a influência dela, e a acharam "mara" e uma "deusa", e viraram anoréxicas na esperança de ficarem iguais à sua ídola de bosta.

Campeã Mundial de Cheiramento de Gatinhos[editar]

Kate Moss é uma modelo de capa das principais revistas da Europa.

Mais do que as fotos do seu desmamamento nu, flagras de sua calcinha ou sua magreza raquítica, Kate Moss ganhou destaque na mídia por ter vencido o Maradona numa competição de enduro de cheiramento de Cocaína: depois das fotografias terem invadido as revistas, a imagem de Kate estava manchada e ninguém queria trabalhar com ela. Recebeu o reconhecimento e respeito de grandes nomes como Naomi Campbell, Helena Christensen, Catherine Deneuve, seu ex-namorado Johnny Depp, Alexander McQueen, entre outros conhecidos cocaínados como ela. Não lhe serviu de nada, pois Kate Moss foi demitida de todas as agência de moda, e foi substituída por Keira Knightley, outra anoréxica inglesa, como cara da casa Chanel. Moss consumiu tanta cocaína e vodka que seus amigos drogados lhe deram o carinhoso apelido de "O tanque".

Em 2005 faz tratamento em Cuba para largar as drogas, quando se separa do seu centésimo namorado Pete Doherty, que disse que Kate terminou com ela porque "seu pénis era demasiado pequeno": além de corno, ainda se humilha a si próprio. Até merecia uma estrelinha... Mas quem liga? É outro cujo passamento é o Cheiramento de gatinhos, e formavam um casal de junkies.

Depois de suas fracassadas reabilitações, Moss continuou seu vício em segredo para consegue compor sua reputação e bancar emprego, de novo, na indústria da moda: felizmente para ela, Alexander McQueen só morreu em 2010, a partir desse ano teve de começar a pagar-pau para estilista e a fazer colecções brega e que não têm de original para a Topshop, que venderam que nem refresco no Verão por causa de suas fãs alienadas pró-anorexia. Apesar de tentar esconder seu vício e de, inclusive, mentir descaradamente, dizendo que nunca teve problemas com drogas, quando foi flagrada snifando linhas e com pó na narina, festejando loucamente com sua melhor miguxa, Amy Winehouse, que, em 2009, foi acusada pelo marido, Blake, de roubar cocaína da bolsa da própria Kate, que teve de começar a pensar em métodos melhores e mais seguros para guardar seu "pó sagrado".

Filantropia[editar]

Ela é uma militante ativa, desde a década de 90, pela Anorexia: fazendo propaganda dos benefícios de não comer, ter "ossos espetados" é mara e que parecer um sobrevivente a um campo de concentração é o ideal de beleza a que todas as mulheres devem aspirar...

... Falando em "aspirações", Kate Moss é, também, ativista do Greenpeace na Bolívia e Colômbia, na luta pela legalização da cocaína, juntamente com Maradona. Ela foi, inclusive, contratada pela Máfia Russa para exaltar as qualidades da cocaína como tratamento de beleza, tornando a sua dieta à base de cocaína, uma das mais utilizadas em torno do globo. Desde então, a cocaína é por excelência a droga dos modelos, tudo quanto é modelo anda na branca, porque isso faz com que deixem de comer, fazendo manutenção de seus corpos anoréxicos. Seguindo a lógica de Kate Moss: não coma e mande cocaína, e era nisso que devia constituir a dieta de todas as mulheres querem ser "belas" que nem ela. Sempre a lançar a tendência, depois de Kate Moss, tornou-se moda entre os modelos o consumo do pó branco. Mas alguns são tão retardados que acabam snifando pó de giz. Alías, nada é mais "chique" que ser drogado e nada é mais fashion do que sofrer overdose e morrer engasgado no seu próprio vômito.

Outros Drogados Relacionados[editar]