Música

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Música sutra.jpg Faça uma escala de Mi maior, por favor...

Este artigo é relacionado à Teoria Musical. Não se assuste com a marcante presença de appoggiaturas ou trinados ao ler este artigo. Mas não esqueça que o Mi é bemol.


 

Partitura de música conhecida por ser a trilha sonora de vários filmes pornográficos. e alguns funks


Cquote1.png Você quis dizer: Tudo menos funk e kpop Cquote2.png
Google sobre Música
Cquote1.png A música se divide em três partes: mú-si-ca Cquote2.png
Chaves sobre Música
Cquote1.png Maestro, Música!!!! Cquote2.png
Sílvio Santos sobre Música
Cquote1.png Na URSS, a música ouve você Cquote2.png
Reversal Russa sobre Música
Cquote1.png Na URSS, a música toca você Cquote2.png
Outra Reversal Russa sobre Música
Cquote1.png Já copiei Cquote2.png
Latino sobre qualquer música existente no Universo
Cquote1.png Essa clave é de Sol ou de Fá? Cquote2.png
Você sobre ler partituras
Cquote1.png Não, querido, é um ponto de interrogação. Cquote2.png
Professora de Língua Portuguesa sobre citação acima
Cquote1.png Aa miguUxüU quAndUU eU eXcUtÖ eU XXooluu Cquote2.png
Emo sobre Música
Cquote1.png Quando eu escuto eu balanço a cabeça!!!É MEEEEEEETAL, porra! Cquote2.png
Headbanger sobre Música
Cquote1.png Quando eu escuto eu bebo vinho Chapinha no cemitério. Cquote2.png
Gótico sobre música
Cquote1.png Na União Soviética, a música escuta VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre música
Cquote1.png hey hey he... Sei você não vivereeei..... hmmmm todo amooo que eu ti deeeei hmmm aaaaiiii gente safaaado... Cquote2.png
Jeremias sobre Música
Cquote1.png Na União Soviética, a música canta VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre música
Cquote1.png C num canfta nafda linfdaço... Cquote2.png
Arnaldo Sarcomanni sobre Jeremias
Cquote1.png Adoro o Roberto Carlos Cquote2.png
Sua mãe sobre Música
Cquote1.png Má Qual é a músicam? Cquote2.png
Silvio Santos sobre música
Cquote1.png Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhh!!! Cquote2.png
Homem grito sobre música
Cquote1.png Eu tava esses dias dormindo, e acho que aprendir a ler partitura sozinha Cquote2.png
Carla Perez sobre música
Cquote1.png Quando eu escuto eu xingo, porra!!! Cquote2.png
Dercy Gonçalves sobre música
Cquote1.png Você não precisa de cérebro para ouvir música. Cquote2.png
Luciano Pavarotti sobre música
Cquote1.png lalalalalala,lalalalalala,lalalalalala, hee-hoo! Cquote2.png
Personagens do Happy Tree Friends sobre música
Cquote1.png Não foi você quem fez, cuzão! Cquote2.png
Racionais MC's sobre música
Cquote1.png (...)E qual é a sua profissão? "Ah, eu sou músico!"/ Querido, eu perguntei a profissão e não o passatempo. Cquote2.png
Tio engenheiro, filha da puta e fofoqueiro que curte zuar com a cara do sobrinho. sobre música
Cquote1.png "Oi, me chamo Latino, ganho dinheiro pra caralho e sou um merda. Músico? Não, mal completei a 4ª série". Cquote2.png
Bobagem, pra que saber música? É só usar mas roupas escrotas, gritar no microfone e arrumar uma esposa com cara de traveco sobre música
Cquote1.png Porra, pra que ki eu preciso estudar? Eu quero estudar oboé! Cquote2.png
Candidato-vaga, não existe! música
Cquote1.png Porra, eu estudo na UFRJ! Faço música... Cquote2.png
Que merda, hein?! sobre música
Cquote1.png Desenho supimpa, voce conseguiu retratar bem a vida de um formigueiro!!! Cquote2.png
Guitarrista sobre partituras
Cquote1.png Quero ver outra vez, seus olinhos de noite serena Cquote2.png
Seu Madruga sobre música

Se você não sabe o que é música, ou é surdo, ou é fã da Kelly Key, do Latino, de alguma banda Emo ou da Banda Calypso, entenda: música é tudo aquilo que tem movimento no som. Não precisa necessariamente ter harmonia e ritmo, apesar de ter muito retardado que acha que precisa. Explicações adicionais, e/ou perguntas devem ser encaminhadas aos 4 deuses supremos da música (jurados do Ídolos). Segundo outras correntes, a música é uma forma de expressar sentimento utilizando-se de instrumentos (nesse caso, é quase imposível a música apresentar ritmo, harmonia e som). A música é...

Sobre[editar]

Música é uma combinação de barulhinhos chatos que você gosta de ouvir, e às vezes paga para ouvir. Assim como seu pai, sua mãe - quando pensam que são jovens -, você, sua irmã, muitas outras pessoas gostam quando este maldito barulho fica no último volume de um rádio com umas 97583452 caixas de som só para fazerem o que eles chamam de rave, no popular, cabaré, e serem presos depois por incomodar a vizinhança.

Partitura[editar]

  • Fui fazer uma prova desse negócio e levei um "sustenido": fui "bemol"!
  • Conversa musical no telefone:

-Oi, quem está na "linha"? -É o Si. -Oi Si! O Fá parou de te irritar? -Mas ou menos... é que joguei ele lá pro "espaço"! -Você não tem "dó"? -Não me fale do Dó... Ele tava dando "ré" em mim e não aguentei a boiolagem não! Joguei ele "lá" no "espaço" também.

História[editar]

Aqui não é aula de História, porra Isto começou há muito tempo atrás, tempos bizarros, jurássicos e antigos (pergunta pra tua vó que ela se lembra) Um belo dia os homens das cavernas estavam sem nada para fazer, então, um dos deles soltou um peido, e isso soou legal para os outros; todos começaram a peidar, e assim começou um ritmo das músicas dos Beatles. Curtindo isso, acabou os peidos, ninguém mais conseguia peidar, acabou a música... Continuando suas vidinhas, um dos homens foi pedir uma mulher em casamento dando uma paulada na cabeça dela, mais uma vez, fez um barulhinho legal, começaram então todos a dar pauladas na cabeça da mulher, até que a crânio dela desmanchasse. Por aí foi indo e regredindo evoluindo a música até chegar a musica do restart ao que é hoje.

Gêneros musicais[editar]

Inventados para separar as pessoas mais ainda, foi por culpa dos gêneros musicais que surgiram as aberrações da natureza que conhecemos como emos. São:

Ritmos mais populares do Brasil[editar]

  • Sertanejo: Música de corno da roça, mas também bem popular em grandes cidades como Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Manaus, Porto Alegre e São Paulo. Na realidade é O RITMO MAIS POPULAR DO BRASIL. Por serem da roça, esses seres que fazem este tipo de música adquiriram um certo grau de resistência pulmonar, permitindo-lhes cantar interminavelmente. Exemplo: "Galopeeeeeeee eeeeeeeeeeeeeeeeeee eeeeeeeeeeeee eeeeeeeeee eeeeeeeeeeeeeeeee eeeeeeeeeeeee eeeeeeeeee eeeeeeeeeeeee eeeeeeeeeeeeeeira".
  • Música Popular Brasileira (filha da Bossa Nova): É um estilo que mescla o jazz com o samba, tomando de cada estilo aquilo que tem de mais chato e adicionando letras com subtexto político e contestador, mas inofensivo. Na década de 1970, enquanto o resto do mundo se divertia com acontecimentos divertidos como a seleção brasileira, Star Trek, Jimi Hendrix e a Guerra do Vietnã, o Brasil inteiro fingia que não tinha nada mais importante para fazer. Assim surgiu a MPB, nas mãos de pessoas que se consideravam revolucionárias, mas não tinham coragem de encarar uma guerrilha ou um assalto a banco. E a maior ironia é que hoje em dia MPB é música de Rico hahahahaha. É o Segundo Ritmo Musical mais popular do Brasil.
  • Gospel: É só mais uma coisa que os crentes inventaram para puxar mais o saco de Deus e Jesus Cristo. Cantar estas músicas é muito fácil, basta dizer coisas do tipo: "I love Jesus", "O Senhor é o CARA!" ou "Deus é foda!". É tão fácil que todos os cantores falidos ou que não cantam mais passam a cantar estas músicas (ex: Mara Maravilha). É o Terceiro Ritmo Musical mais popular do Brasil.
  • Rock (nos Anos 60 era chamado de Iê-iê-iê): Som ouvido geralmente por seres cabeludos, e que está praticamente extinto, já que todos músicos desse gênero morreram de overdose; e os que permanecem vivos estão agonizando ainda. Geralmente, um ou mais malucos com uma guitarra cada, tocam raramente como se estivessem possuídos, fazendo uma barulheira infernal. Por incrível que pareça, as pessoas adoram isso e são obcecadas, sendo um dos poucos gêneros musicais que prestam. O Rock brasileiro é o Quarto Ritmo Musical mais popular do Brasil. O rock é divido em subgêneros:
    • Rock alternativo: Bandas que não conseguiram alcançar o rock por completo (é que eles não conseguiram acordar os vizinhos do outro lado da cidade em um show), não tiveram outra alternativa, e criaram o rock alternativo.
    • Hard rock: Em inglês, isto quer dizer difícil rock, ou seja, aquele rock em que o cara não consegue tocar e assim não consegue fama. Hard rock também significa rock pesado, um lixo pior que o rock normal, até os seres que "tocam" esse "gênero" ficam surdos (há suspeitas que Beethoven era surdo por tocar hard rock).
    • Punk rock: O punk rock é o tipo de rock simples de tocar; fala sobre o presidente dos EUA e sobre o capitalismo. Também falam sobre drogas, tua irmã sexo e outras putarias do dia-a-dia.
    • Progressive rock:Música pouco usada,com o único objetivo de nocautear o ser que consegue ouvir até o final ou fazê-lo ter um orgasmo.se você curte,sinta-se privilegiado por ainda não estar surdo(ou não)
    • Punk Rock ou Post-Grunge: É a desculpa de todo viadinho com hemorroidas emo, para se passar por algum viado boqueteiro roqueiro normal, mas você pode ver que o estilo bixa emo, Punk rock e Post Grunge, é tudo a mesma putaria merda.
  • Pagode: Música de corno do Rio de Janeiro. Não adianta tentar distinguí-las; é tudo a mesma coisa sem graça. É o Quinto Ritmo musical mais popular do Brasil.
  • Pop: Geralmente adorado por gurias retardadas do Sudeste, Nordeste e Sul do Brasil (acho que em Portugal também), fãs de Hello Kitty, Malhação e Britney Spears sem personalidade suficiente para escutar algo mais interessante. Pop é abreviação de poop popular, ou seja, música popular. Este gênero foi inventado por Michael Jackson e por enquanto, só ele sabia dançar e cantar direito esse tipo de música, apesar de existirem muitos grupos de boiolas rapazes e kengas idiotas moças que montam coreografiazinhas sincronizadinhas e cantam em playback. É o Sexto Ritmo Musical mais popular do Brasil (antes de você encher o meu saco fique sabendo que cantoras como a Anitta e a Iza são cantoras pop... não funkeiras. E antes delas já tinha a Kelly Key, a Wanessa Camargo, a Fernanda Abreu, a Luka, tinha o Latino, o grupo Rouge, etc).
  • Forró: Música de corno do Nordeste. Bastante popular em Fortaleza, Recife e São Luís. Toca-se o ano todo, todos os dias, em todas as rádios, afinal, muitos são os cornos do Nordeste. É o Sétimo Ritmo mais popular do Brasil.
  • Samba: Musica feita por bundas e negões afros gritando coisas que você não entende seguidos do mesmo ritimo. É o Oitavo Ritmo mais popular do Brasil.
  • Funk carioca: O pior de todos os todos, uma porcaria criada lá no Rio de Janeiro; consiste na reprodução de sons de batidas feitas em panelas, tiros, murros, gases, ou qualquer outra coisa que faça barulho. Em seguida fala-se um monte de abobrinhas que nem rimam, geralmente repetindo a mesma frase obscena a música inteira. O passatempo dos favelados das pessoas que gostam de funk é catar alguma série ou filme (ou qualquer vídeo idiota que teve 15 minutos de fama no YouTube) e colocar uma batida no fundo, formando assim um funk "profissional", que na verdade é um cocô, sendo o Funk um dos piores gêneros "musicais" que Chuck Norris já está prestes a extinguir. Normalmente tem conotação sexual. E essa coisa aí é o Nono Ritmo Musical mais popular do Brasil (antes de você encher o meu saco eu vou logo te dizer que ele é o mais popular entre os jovens com menos de 25 anos).
  • Hip Hop: Música de bandido. Se você rouba doces de gurias retardadas, joga filhos pela janela do apartamento, ou mata seus pais, você nasceu pro hip hop. E se você é gago também.
    • Rap Brasileiro: Conjunto de rimas inventadas na hora por um nigga afro-descentente. O rapper que não é negro não sabe cantar direito e também não é irmão, pois ele não sofreu na infância como os negros e os chicoteou séculos atrás. É, atualmente, uma modinha entre seres de pouca idade mental. É o Décimo Ritmo mais popular do Brasil (já ouviu Rap Lord do Haikais ou o Emicida... ou Racionais MC).
    • Rap internacional: Poemas de bandidos gringos. O fato de ser preto afro-descendente ou albino-descendente não implica na qualidade. Não presta de qualquer jeito
  • Brega: Música do corno veterano (ou corno profissional como prefere ser chamado). A vida foi tão ruim com ele que ele desistiu de todos os outros ritmos musicais e tá enchendo a cara num bar de quinta categoria ouvindo um brega do Reginaldo Rossi. Décimo Primeiro ritmo mais popular do Brasil.
  • Música Erudita: Música para nerds virgens intelectuais com gosto musical refinado ou que desprezam Hip Hop, Rap, Funk e outros estilos depravações parecidas, ou seja, só escute se você for fresco o suficiente. Se bem que esse ritmo já virou trilha sonora do filme do Godzila e de vampiro (como o Morbius). Décimo Segundo ritmo popular no Brasil.
  • Dance (ou Electronic Dance Music e antigamente Poperô): Ouvida por pessoas que foram, ou têm o desejo de ser abduzidas por alienígenas, ou ainda por playboys que dirigem camionetes saveiro rebaixadas, com o som no máximo. Décimo Terceiro ritmo mais popular no Brasil (quando se pensa em música eletrônica brasileira é só lembrar do Alok, do Kasino e daquela moça lá... do Corona ... Rhythm Of The Night).

Ritmos de Portugal[editar]

  • Pimba: É um ritmo musical lá dos portugueses. No geral, são músicas simples de duplo sentido e algumas falam de putaria, já algumas outras falam de romance (ora pois... um gajo apaixonado). São bem animadas e alegres.
  • Fado: Música de corno de Portugal. Nem precisa dizer onde é popular. É o ritmo de corno pai... pois deu origem a todos os ritmos de corno.
  • Rap Português: Conjunto de rimas inventadas por portugueses entediados que decidiram se arriscar no Rap. Geralmente as rimas deles ficam melhores que a dos brasileiros.

Ritmos de Angola[editar]

  • Kinzomba: Um ritmo vindo lá da África (da África mesmo... não de descendentes de africanos)... que é muito parecido com o zouk lá do Caribe. É o ritmo mais popular de Angola. É cantado geralmente em português (até porque os angolanos falam português ... duh). O estilo de dança kizomba também é conhecido por ser muito sensual (sensual no sentido bom... não igual ao funk do Brasil).
  • Kuduro: Um ritmo vindo lá da África (da África mesmo... não de descendentes de africanos). Possuem letras engraçadas e simples e frequentemente misturam português com algumas palavras africanas. Teve um português chamado Lucenzo que fez uma música desse gênero angolano que ficou famosa no mundo inteiro depois de aparecer no Velozes e Furiosos... a mesma música que um brasileiro chamado Latino copiou depois de um tempo.

Outros ritmos musicais[editar]

  • Axé: Macumba seita Inventado por baianos. Consiste em cantar gritar versinhos e/ou monossílabos para os outros repetirem, freneticamente, tendo sempre em mãos um pandeiro, atabaque, tambor, latinha, garrafa pet, chocalho, enfim, tudo que se usa em uma roda de xangô, ou para evocação de espíritos. Correr atrás de uma parafernália sonora chamada trio elétrico em uma orgia micareta faz parte dessa seita.
  • Black Music: Música que em sua maioria são artistas que fazem um sucesso foderoso por vários anos, mas as músicas não duram nem dois meses. Daí, eles fazem outra música, e essa sai de moda também, e esse ciclo continua até o artista ficar desgastado e velho. É um dos piores estilos musicais, mas mesmo assim todo mundo gosta.(a maioria só gosta desse estilo porque sempre tem uma mulher gostosa envolvida)
  • R&B: Feche os olhos e escute o melódico hip hop que diz "uããããnhêêêãããnnnn..."
  • New Age: Música que explora os passarinhos e nem pagam o salário deles.
  • A capela: Ritmo que não é lá um ritmo e que na verdade é só gente cantando sem acompanhamento instrumental por falta de grana pra contratar instrumentistas que prestem.
  • Funk Raíz: Música de negão afro-descendentes black power que acreditam na ginga-ferve-pepéca, mas que ficam em casa se empanturrando de doritos e dolly guaraná. Um gênero muito rico em putaria à moda antiga!
  • Soul: Música de negão afro-descendentes que não conseguiram entrar pro Blues.
  • Blues: Música de negão afro-descendentes que grunhem e gritam cantam com drives, e não conseguiram ir pro Jazz.
  • Jazz: Música de barítonos e saxofones, em suma, uma coisa chata, tudo igual, e que já passou da validade faz tempo, música abstrata e de velho.

Ver também[editar]

Matérias da sua escolinha

Escolinha do Professor Raimundo!
Matérias comuns: ABC - Artes - Biologia - Ciência - English - Física - Geografia - História - Português
Matemática - Literatura - Redação - Religião - Química

Matérias menos comuns: Atualidades - Cultura pela paz - Educação Física - Educação Sexual - Español - Ética - Filosofia - Français
Geometria - Informática - Música - Sociologia

Matérias extintas: Catequese - EBD - Estudos Sociais - Moral e Cívica - OSPB - Puericultura - Retórica - Roubar

Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Música no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg