Montenegro (Rio Grande do Sul)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gauchodanc.jpg Mas bah, tchê!

Este artigo buenaço e tri-legal é do mais puro humor gaudério dos pampas, vivente, então veste tua bombacha, recolhe teu pelego no galpão e toma um mate amargo com a gente, macanudo!

Chima.jpg
Montenegro e sua bandeira original. Aprecie os traços! A beleza da águia de Montenegro!
NewBouncywikilogo.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Montenegro (Rio Grande do Sul).
Montenegro e suas belas praias... Espere... Acho que essa é outra Montenegro.

Montenegro (também conhecida como Cornolândia) é uma cidade muito conhecida pelas suas belas praias, pelo seu antigo histórico de guerras civis que ocorreram depois da reforma republicana na cidade, e pelas formosas galhadas de seus habitantes do sexo masculino. Dizem que até hoje alguns esgotos tem ferramentas de tortura e que algumas pessoas desaparecem do nada sem motivo e acabam sendo achadas lá. Geralmente, na cama de outro homem.

Origem[editar]

A cidade surgiu após uma pequena discussão entre um exército português com um exército espanhol. E como em briga de marido e mulher não se mete a colher (em Montenegro, é permitido apenas meter a benga nas mulheres comprometidas), os bandeirantes que estavam vendo tudo não fizeram nada.

Os bandeirantes se dividiram em dois grupos: o grupo 1 iria atrás dos espanhóis e o grupo 69 iria atrás dos portugueses.

Conseguiriam reunir a tropa espanhola, portuguesa e holandesa (?) e conseguiram reconciliar ali. Não rolou suruba nem putaria. O que seria o primeiro fato histórico que não envolve sexo para convencer ambas as partes que estavam erradas e conseguir promover a paz entre eles, na verdade foi apenas fruto da característica montenegrina de não assumir a própria cornitude: o conflito foi resolvido pelas damas da sociedade que exigiram que seus maridos parassem com a guerra, relaxadas e satisfeitas que estavam em fazer anal giratório com os negrões escravos e índios que habitavam no local.

Então, todos os cornos do mundo decidiram firmar suas vidas naquele lugar onde eles fizeram as pazes (ou enroscaram irreversivelmente as galhadas) e assim nascia Montenegro! Linda história, não?

Cquote1.png Não... Cquote2.png
Você sendo insensível

Economia[editar]

De economia estável sendo que só tem apenas uma característica peculiar: é o maior depósito de esperma de outrém que existe no... Rio Grande do Sul.

Cquote1.png Ah... Tá! Cquote2.png
Você sobre o alivio de saber que não é o maior depósito do Brasil

A maioria dos cidadãos é especialista em levar chifre, digo, pratos que tenham milho contido e também para cada um habitante, tem-se 50 milhos (todos em forma de espiga e enfiados profudamente no cu. Lá também foi o lugar onde gravaram a maior parte das cenas de a colheita maldita, no milharal principal da cidade. Até hoje, as pessoas ainda acham que tem mesmo crianças que matam adultos que ficam no milharal até mais tarde. Só para constar: essas crianças são todas filhos bastardos de outros caras, que não são montenegrinos.

Esses caipiras... Francamente, acreditam em tudo que dizem para eles.

Turismo[editar]

ERROR.. ERROR...

O turismo é quase nulo por lá, isso se ele existir, é claro. Exceto o turismo sexual de esposas.

Montenegro também é uma grande exportadora de mulheres caridosas.

A cidade tem também como ponto turístico o velho bar do Juca que abre de segunda a quarta até as 22h. Lá no bar as pessoas fazem coisas interessantes como jogar sinuca e um jogo de buraco de vez em quando...

Há também o Parque Centenário, onde os skatistas maconheiros seguidores de Tony Hawk reúnem para dividir com a turminha dos Bikers nitidamente Emo.

Clima[editar]

É comum o fato de chover argolas em Montenegro. Curiosamente, até hoje nenhuma tocou o chão.

Ver também[editar]