Deslistas:Nomes populares para o cu

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Nomes populares para o Cu)
Ir para: navegação, pesquisa
Deslistas.gif

Este artigo é parte do Deslistas, o sumário livre de conteúdo.

Este é um complemento ao artigo Cu;
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.

A Lista Oficial de nomes populares para o Cu:

A

  • Abraça Piroca
  • Anel
  • Anelóide
  • Anel Aromático
  • Anel Benzênico animal, não anel benzeno
  • Anel de carne
  • Anel de couro
  • Anel de pregas
  • Anel de pressão
  • Anel de seguimento
  • Anel roscado
  • Anilha
  • Anório
  • Antônio
  • Ânus
  • Apito
  • Argola
  • Aro
  • Aro 13
  • Ás de Copas
  • Ás de Espada
  • Ás de Ouros
  • Ass
  • Assobiador
  • Asterisco
  • Aritimbó
  • Ariticum
  • Auréola
  • Astolfo

B

  • Balde
  • Beiço
  • Bejum ou Bejão
  • Berbel
  • Berbíndio
  • Berrebel
  • Bichim que faz "prrrrrrrrr..."
  • Bizuim
  • Bocal da Tarraqueta
  • Bocal do Arengueiro
  • Boga
  • Bolha
  • Bozó
  • Breba
  • Brioco
  • Briozo
  • Broa
  • Brote
  • Bufador
  • Bufante
  • Bujão
  • Buraco
  • Buraco da bala
  • Buraco Negro
  • Butão
  • Butico (ele tá de olho é na botique dela...)
  • Buzeco

C

Ensinando onde fica a boca murcha enrrugada.
  • Cá pra Nós
  • Caçapa de Pau
  • Caga pau
  • Caixa de Coco
  • Caixão
  • Caga Mandela
  • Cagador
  • Cagueiro
  • Caneco
  • Carió
  • Carretel
  • Casa de bilau
  • Casa do caralho
  • Caverna do Pau
  • Cedém
  • Ceguinho
  • Cesso
  • Chocolateria
  • Cibazol
  • Cofre
  • Copinho
  • Cortador de churros
  • Cufringuinho
  • Caverninha
  • Chibiu (ou Xibiu)
  • CD
  • Curió
  • "Cú"
  • Chuck no Núrris
  • Churiço
  • Cucurico
  • Cruaca

D

  • Daisan no me (jutsu do Gaara que materializa o terceiro olho)
  • Dedal
  • Desdentado
  • Desciclopédia
  • Distribuidor de tolete
  • Digníssimo
  • Disco
  • Donut
  • Drude

E

  • E o bambu?
  • Edí
  • Eliodoro
  • Elitório
  • Enrola-bosta
  • Entrada USB
  • Escorrego de pica
  • Esfíncter
  • Esquentador de croquete
  • Estrangulador de pica
  • Estrela do mar de chocolate (do seriado Sex and the City)
  • Ezequiel

F

  • Fábrica de churros
  • Fábrica de merda
  • Fandango
  • Fanta
  • Fantástica fábrica de chocolates
  • Farinheiro
  • Fedegoso
  • Fedorento
  • Feijão
  • Feijoeiro
  • Fiantã
  • Ficha
  • Figueiredo
  • Fim de Rabada
  • Finfa
  • Fió
  • Fiofó
  • Fiopas
  • Fiote
  • Fiufiu
  • Flamerda
  • Flandres
  • Flatorial
  • Flatoriante
  • Foba
  • Fobilário
  • Focréubs
  • Fogaia
  • Fom-fom
  • Foquito
  • Foreba
  • Forébis
  • Forebiscói
  • Forever
  • Forévis
  • Forfa
  • Fosquete
  • Fosquite
  • Fosquito
  • Fragoso (de fragância... hehehe)
  • Franzido
  • Frasco
  • Fresado
  • Frescó
  • Frinfra
  • Fróiba
  • Froskói
  • Fubão
  • Fufu
  • Furébis
  • Furico
  • Furículo anal
  • Furingo
  • Furiquete
  • Furo
  • Furúnculo
  • Fusquete
  • Futrico

G

  • Girassol
  • Goiaba
  • Guaxelo
  • Gorduroso
  • Grão de Bico
  • Gremistas
  • Gruta do fiofó
  • Gruta do gás peidano

H

  • Harrison Ford
  • Holofote
  • Horácio

I

  • Intencionado
  • Ilhóis

J

  • José Mario
  • Jiló
  • Jactância
  • Junção Pregal
  • Junta Mosca
  • Jolí

K

L

  • Lado B
  • Leifo
  • Lhó
  • Lorto
  • Loló
  • Lopreu
  • Lua Negra
  • Lugar Onde o Sol Não Bate, Mas Meu Pé Bate

M

  • Máquina de churros
  • Máquina de fazer quibe
  • Marquês de Rabicó
  • Marrom
  • Merdeira
  • Mialheiro

N

  • Não tem dono (seu cu)
  • Ni
  • Nadeguete
  • Nintendo

O

  • Ôi de Bila
  • Oiti
  • Olho cego
  • Olho da Goiaba
  • Olho de Porco
  • Olho de Thundera (lê-se "tandéra")
  • Olho de Trás
  • Olho que nada vê
  • Olhota
  • Onde as costas mudam de nome
  • Onde o espinhaço muda de nome
  • Onde o sol não bate
  • Ônus
  • Oráculo
  • Orifício
  • Orifício anal
  • Orifício Blastoporal Rugoso
  • Orifício Bufante
  • Orifício cagalítico
  • Orifício de escape
  • Orifício gasoso
  • Orifício redondo
  • Orifício rododosférico
  • Orió
  • Oritimbó
  • Órnio
  • Orobó(zinho)
  • Osório
  • Oxiúros

P

Pra quem não sabia o que era.
  • Papeiro
  • Partido Liberal
  • Pelado
  • Peida
  • Peidante
  • Pisca-pisca
  • Piscante
  • Porta dos fundos
  • Pranóis
  • Preguiado
  • Passa-pirão
  • Pavilhão reto-furicular
  • Parreco
  • PT
  • Plantação de Nutella

Q

  • Queijo suiço sem queijo
  • Quadro redondo sem tela

R

  • Rabioto
  • Rubro-Negro
  • Raba
  • Rabeta
  • Rabiola
  • Rabicó
  • Rabito
  • Rabo
  • Raiado
  • Ranifly
  • Rebistrébis
  • Reverb
  • Revertério
  • Recanto da minhoca
  • Redondo
  • Rois
  • Rêgo
  • Retaguarda
  • Retentor
  • Rodela
  • Rogostóf
  • Rosbife
  • Rokssibino
  • Rosca
  • Roscoif
  • Roscoi
  • Rosni
  • Roscofe
  • Rosqueta
  • Rosquilha
  • Ruela
  • Recover
  • Reto
  • Régfum
  • Roscudo
  • Roscuda
  • Roscówisky
  • Roxinho
  • Rubalo
  • Roleta
  • Rola
  • Rola de queimar
  • Rozeta
  • Ratiofly

S

  • Saída de emergência
  • Sampaio Corrêa
  • Sedém
  • Segunda opção (sexo)
  • Sem-vergonho
  • Sergio Malandro
  • Severino
  • Sim-senhô
  • Sim-senhor
  • Sinuelo
  • Sol
  • Sonoro
  • Soprador
  • Subilatório
  • Substantivo
  • Soltador de peido
  • Sua mãe
  • Sufocador de Piroca
  • Skol (a que entra redondo)
  • Skol (rodela da vez)

T

  • Tareco
  • Tarraqueta
  • Terceiro olho
  • Tintureiro
  • Toba
  • Tobex
  • Tobi
  • Tobias
  • Toca
  • Toca da serpente
  • Todinha
  • Toinho
  • Toió
  • Toioio
  • Tonhão
  • Traseiro
  • Treze
  • Tripa-gaiteira
  • Trovador
  • Tu
  • Tubi
  • Tubo bufalínico
  • Tubo de imagem
  • Tuin
  • Tutu
  • Tuzin
  • Tuzinho

U

  • Uc
  • Urna

V

  • Vaso preto
  • Veia bostérica
  • Veia bufante
  • Veia cagafetânea
  • Ventil
  • Vesúvio
  • Viegas
  • Vintém

W

X

  • Xirí peidante
  • Xibiu (ou Chibiu)
  • Xilindró de merda

Z

  • Zangado
  • Zebesquefe
  • Zé bicudo
  • Zé bocó
  • Zé Dioclides
  • Zé-de-Alexandre
  • Zé-de-boga
  • Zé-de-golinha
  • Zé-de-obrar
  • Zé-de-quinca
  • Zé do broquinha
  • Zeferino
  • Zegoví
  • Zenóbio
  • Zerinho
  • Zero
  • Ziza Valadares
  • Zingaleta
  • Zinquerônio
  • Zizo
  • Zoinho
  • Zoinho-de-porco
  • Zóio
  • Zorobó
  • Zueiro

Expressões populares contendo a palavra "cu" no sentido chulo

As mais comuns no Brasil são: "Vai tomar no cu!" (ofensiva) e "dar o cu" (sexual), inclusive pronunciada em muitos filmes brasileiros.

Sentido sexual

  • "Dar o cu" / "Tomar no cu" (chulo): Deixar-se penetrar sexualmente pelo ânus.
  • "Come-cu (chulo/popular): Diz-se de quem tem preferência pela penetração anal.
  • "Cu de alho": Diz-se de alguém com problemas de mau cheiro na região anal.
  • "Não tem carne no cu que dê um pastel de cruzado": expressão chula usada quando uma pessoa não tem nádegas proeminentes.

Sentido ofensivo

  • "Vai tomar no cu" (ou VTNC) (chulo/ofensivo): frase bastante utilizada no Brasil para ofender alguém.
  • "Vai tomar bem no meio do seu cu" (chulo/ofensivo): também muito usada, o mesmo da frase de cima porém com ênfase.
  • "Vai tomar no olho do seu cu" (chulo/ofensivo): idem à anterior.
  • "Vai tomar bem no meio do olho do seu cu" (chulo/ofensivo): idem à anterior.
  • "Vai tomar no centrolho do seu cu" (chulo/ofensivo): idem à anterior.
  • "Vai tomar no meio das pregas do teu cu" (chulo/ofensivo): idem à anterior.
  • "Vão tomar nos olhos dos teus cus!" (chulo/ofensivo): idem à anterior, porém no coletivo.
  • "Vão tomar nos olhos dos teus respectivos cus!" (chulo/ofensivo): idem à anterior, porém identificando quais são.
  • "Vai tomar no cu da velhinha" (chulo/ofensivo): semelhante às anteriores, porém envolvendo a figura materna (velhinha) para potencialização da ofensa.
  • "Vai tomate cru" (ofensivo): frase que oculta a forma direta de "vai tomar no cu" mas que nem por isso é menos ofensiva.
  • "Cuzão!" (chulo/ofensivo): expressão utilizada para ofender alguém que não tenha muita coragem, medroso. Ou mesmo para ofender alguém com bunda proeminente.
  • "Cu de ampola": bunda proeminente.
  • "Cu de burro" (Bras. Chulo): alguém desprovido de inteligência, ou quando alguém faz alguma besteira.
  • "Cu doce" ou "Glicose Anal" (chulo): Pessoa cheia de luxo; frescura.
  • "Cu de Ferro" (ou C.D.F., lê-se cê-dê-éfe): estudante aplicado e assíduo às aulas, geralmente empregado no sentido pejorativo.
  • "Você não tem cu para isso": Diz-se de quem não tem capacidade ou coragem para algo.
  • "Cu de grampo": pessoa intransigente (em algumas regiões do Brasil).
  • "Parece um cu do avesso": para designar pessoa extremamente feia.
  • "Cu de urso": para ofender quem tenha o cu peludo.
  • "Vai encher o cu de linguiça": para ofender alguém que esteja enchendo a paciência, seria o mesmo que: "vá procurar o que fazer".
  • "Cu frouxo": pessoa que não tem controle de seu ânus e geralmente não consegue segurar os gases e peida sem sentir; pessoa medrosa (implicitamente: que se caga de medo).
  • "Cu de frango": pessoa medrosa.
  • "Cu largo": usado quando uma pessoa dá sorte em algo. Exemplo: "Que sorte, que cu largo!". O mesmo que "cagado" no sentido figurado.

Cotidiano

  • "Fazer cu doce": Fingir não aceitar alguma coisa, quando intimamente muito a deseja.
  • "Cu de galinha": Remendo de um rasgão em que a linha que o costurou é puxada formando um bolinho (no norte de Santa Catarina).
  • "De cu é rola" (Bras. Chulo): o mesmo que "não é relevante". (somente algumas regiões do Brasil)
  • "Lamber o cu do chefe" (chulo): Puxar o saco de um superior.
  • "Cu de quem?": Diz-se em alguns lugares do Brasil quando se ouve uma pergunta e não se compreende o que foi dito.
  • "Cu da mãe Joana" (chulo): coisa em que todos se metem. negócio sobre o qual todos querem dar sua opinião.
  • "Cu do Judas" / "Cu de Judas" / "Cu do mundo" / "Cu do conde" / "Cudumundistão" / "cudomundópolis" (chulo): lugar distante, lugar pequeno, cafundó, cidade pequena, cidade do interior, lugar deserto.
  • "Passarinho que come pedra sabe o cu que tem": Ditado popular significando que cada um deve saber as consequências daquilo que faz.
  • "Cu não tem acento, o assento é que tem cu": expressão chula para aprender a grafia correta do termo.
  • "O que que o cu tem a ver com as calças?": indicando ignorância sobre duas coisas supostamente relacionadas.
  • "Huryel que dá o anel!": frase muito comum em Campinas - SP no Brasil, onde todos dão o cu até sair sangue.
  • "Gozar com o cu dos outros": O mesmo que tirar onda usando algo que não lhe pertence.

Situações complicadas

  • "Tomou no cu" ou "Levou no cu" (chulo): dar-se mal em algo, o mesmo que "se ferrou".
  • "Justo como dedo no cu" ou "justo como dedo em cu": diz-se de situação apertada ou de algo que coube de modo certo (ex: "ela usa uma calça justa como o dedo no cu").
  • "Pior do que dar com o cu na guia": expressão utilizada para designar uma situação difícil e dolorosa.
  • "Cu de confusão": é quando um homem sai acompanhado de uma mulher com roupas sensuais.
  • "Cu pra conferir": ação difícil, trabalhosa e chata.
  • "Cu de boi" (chulo): briga, desordem, rolo. 2. garrucha (na Bahia).
  • "Cu de gato": briga, desordem ou rolo. (em algumas regiões do Brasil)
  • "Quem tem cu tem medo" (Bras. Chulo): expressão popular que afirma que todos sentem medo.
  • "Pimenta no cu dos outros é refresco" (Bras. Chulo): variação de "Pimenta nos olhos dos outros é refresco" expressa que o alvo da mensagem está pouco se importando com o sofrimento alheio.
  • "Tirar o cu da seringa" (Bras. Chulo): Livrar-se de situação embaraçosa.
  • "Cu no chão, dinheiro na mão": Termo chulo para exigir pagamento antecipado.
  • "Não ter no cu o que periquito roa" (Bras. Chulo): Diz-se de quem não tem nada, ou ser extremamente pobre (algumas regiões do Brasil).
  • "Não tem nem o cu pra troco": idem acima.
  • "Ficar com o cu na mão" (Bras. Chulo): Ficar cheio de medo, apavorado.
  • "Ficou com o cu piscando." (Bras. Chulo): Estado emocional de uma pessoa em situação de perigo e/ou medo.
  • "Pedrou o cu" (Bras. Chulo): idem à anterior.
  • "Trancou o cu (ou apenas trancou)" (Bras. Chulo): idem a anterior.
  • "Cu de bêbado não tem dono" (chulo): Expressa a vulnerabilidade anal de um bêbado.
  • "Se ... acontecer, eu dou meu cu de festa": Dito quando algo é improvável.
  • "Tirar do cu com um pauzinho": Falado na região de campinas, passado de geração a geração por esses "conterrâneos"
  • "É como coçar o cu com o garfo": situação difícil ou quase impossível.
  • "Não tem nem merda no cu para cagar": alguém que não tem muitos recursos, miserável.
  • "E no cu, não vai nada?": resposta dada a algum pedido impossível de atender.
  • "Cu de pombo": pessoa que tem o cu pequeno e apertado
  • "Cu de Paula": pessoa que tem o cu muito aberto
  • Cu de franklyn arrombado......

Expressão de impaciência ou exagero

  • "Cu que é bom ninguém quer dar" (bras.): expressão chula que indica impaciência de um em meio a outros que estão a importuná-lo.
  • "Soca no cu!": Para a mesma situação acima, mas já sem paciência logo de cara.
  • "Pau no cu!" (ou PNC): expressão chula de descontentamento e impaciência com algo, alguém ou alguma situação. Variantes: "Pau no seu cu!" utilizada exclusivamente com pessoas participantes em um diálogo. "Pe-ene-cê": pronúncia da abreviatura da expressão, a fim de mascarar o sentido chulo.
  • "Apertado como um cu": Diz-se de um lugar muito apertado.
  • "(...) é um cu" (Bras. Chulo): quando algo é ruim, desagradável.
  • "Pega (...) e enfia no cu" (Bras. Chulo): utilizado para exprimir impaciência com algum assunto. As reticências são substituídas na expressão pelo objeto do assunto. Ex.: "pega esse dinheiro e enfia no cu".
  • "E o cu?" (Bras. Chulo): usada pra exprimir indiferença, o mesmo que "E o que eu tenho a ver com isso?" ou "E daí?"
  • "Que cu!" (lê-se kikú) (Bras. Chulo): expressão usada para designar indiferença.
  • "Enfia o dedo no cu e rasga!": Usado para situações de limite, vulgo desespero.
  • "Tirar o cu da reta": (Chulo): Sai da frente.
  • "Vou tirar (...) da onde? Do cu?" Quando não se tem da onde tirar o que foi pedido, dá-se esta resposta.
  • "Te dou o meu cu se tu fizer (...)" expressão chula usada por pessoas que estão pedindo um favor qualquer.
  • "Cu da mãe": Expressão chula, diz-se para alguém desagradável. "Pega e mete no cu da mãe!". Com variações, podendo ser "no cu da vó", no "cu do pai", no "cu de quem te come", etc.
  • "No cu da Mãe das Trevas" (chulo): Usado em alguns lugares do Brasil, pode aparecer em duas situações: quando alguém procura algo e não encontra (deve estar perdido no cu da mãe das trevas); ou quando alguém perturba as ideias de outra pessoa a procura de algo.
  • "Cu de Maria Joana" (chulo): usado quando se quer dizer que uma situação não é fácil.
  • "Cu da Mãe Joana" idem "Cu de Maria Joana"
  • "Fecha o cu!": Calar a boca, para uma pessoa que está falando bobagem (em Pernambuco).
  • "Teu cu pardal (chulo) : forma de discordar de alguma opinião, fato ou tese (no Paraná)
  • "Até o cu fazer bico" (chulo): Até não aguentar mais. Ex.: "Vou beber até o cu fazer bico".
  • "Até o cu entortar" (chulo): idem anterior (algumas regiões do Brasil)
  • "Até o cu gritar" (chulo): idem anterior (algumas regiões do Brasil)
  • "Mete no cu" (chulo): Usado em momentos de discussão exaltada, com algo que desagrada.
  • "Encher o cu" (chulo): usado para exprimir quantidade. Ex.: "O garoto encheu o cu de sorvete e passou mal"; "Pegaram e encheram-lhe o cu de tiro".
  • "Tá de cu duro!" (chulo): Usado para uma negativa. Ex.: "Fulano está de cu-duro com o carro", ou seja, não quer emprestar o carro.
  • "(...) até o cu bater palmas": Até não aguentar mais. Ex.: "Vou comer até o cu bater palmas".
  • "Vá coçar o cu com um serrote!" (Bras. Chulo): mesmo que vá aborrecer a outro.
  • "Deves ter o cu grande": diz-se de quem deixa sempre a porta aberta.
  • "Meu cu!" ou "Seu cu!" expressão usada para negar ou indicar desprezo ou indiferença por determinada pessoa/situação, como por exemplo, num diálogo: "vou para lá" --- "seu cu que você vai!"
  • "Seu butão!": idem à anterior
  • "Your button": versão em inglês do item anterior.
  • "Tá foda no cu de Creuza": expressão utilizada para dizer que a situação está insustentável, tipo: Porra, está foda no cu de Creuza esperar este ônibus.
  • "Quem tem cu apertado não faz trato com pica grossa": expressão usada para avisar das consequências de se fazer um mal negócio que não poderá ser desfeito.

Outros significados

VER TAMBÉM