Otto von Bismarck

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Dios1.png Importante! A Igreja Universal quer sua atenção!

Deus quer que este artigo seja ampliado.
Aqueles que o fizerem, serão ajudados pelos seus tentáculos. Os que ignorarem, irão para o inferno pra sempre.
Não seja herege e obedeça a verdade única e divina!


Otto, em um breve momento de descontração.

Cquote1.svg Você quis dizer: Vencedor Cquote2.svg
Google sobre Otto von Bismarck
Cquote1.svg Você quis dizer: Leôncio Cquote2.svg
Google sobre Otto von Bismarck
Cquote1.png Experimente também: Napoleão Cquote2.png
Sugestão do Google para Otto von Bismarck
Cquote1.svg Über Alles! Cquote2.svg
Bismarck sobre ele mesmo.
Cquote1.svg Sorte sua não ter nascido antes! Cquote2.svg
Napoleão sobre Otto von Bismarck.
Cquote1.svg Vovô! Cquote2.svg
Adolf Hitler sobre Otto von Bismarck.

Otto von Bismarck foi o maior general, marechal, vencedor e alemão da história. Fundador do África Korps, do nazismo e da Nazipédia, o mais bravo e mais bigodudo de toda a Europa venceu guerras alemãs contra o Zimbabwe junto com Olívio Dutra, e deixou Napoleão pra trás em muitas corridas até o banheiro. Otto foi o maior estadista alemão, presidente do Segundo Reich e o homem mais adorado da Alemanha, além de ter sido um exímio chanceler, grande diplomata e jornalista alemão, e bisavô do cantor Otto, e alemão, é claro.

Vida[editar]

Otto Eduard Leopold von Bismarck (saúde) nasceu em algum lugar da Prússia e ficou conhecido em toda a Europa por ser o homem que mais matou franceses com sua coleção de 666 cabeças de generais, incluindo o imperador Napoleão III, pai do II Reich e inspirador de Hitler eminho. Um verdadeiro Satanás para os comunistas, Bismarck também idealizou a criação do Bolsa Família e da aposentadoria (sim, ele também era um cara legal). Desde sua juventude Bismarck foi um vencedor, mesmo tendo conseguido os títulos de Campeão Nacional do Torneio de Bolinhas de Gude e Líder do Clube Alcoólicos Anônimos tardiamente. Aos 15 anos já falava 5 idiomas; seu único erro foi ter dado um fora em 2 meninas ao mesmo tempo.