Predefinição:Em destaque

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Alemães amigáveis confraternizando a possibilidade de um mundo melhor.

História da Alemanha é sobre guerras. Quando não está invadindo alguém está sendo invadida. Então nunca se deixe enganar quando encontrar um alemão, ele só está aguardando o momento pra te invadir, seja com um exército, seja com absurdas exigências tributárias de austeridade econômica vindas da União Europeia.

A Germânia foi um território de má fama que existiu há muito tempo atrás na época dos romanos, bem antes de Cristo, e era habitada por diferentes tribos, quase todas germânicas, mas também tinham os Hippies, Caipiras, Bahianos, Sertanejos, Forrozeiros, Rolezeiros, Fãs de Youtubers Teens, Canibais. A antiga e reprimida vontade de serem conquistados e civilizados pelo Império Romano só foi realizada com a criação do Sacro Império Romano-Germânico (nome adotado sem o consentimento de qualquer romano, que já não existiam mais para discordar de um nome tão idiota).

Em 1871 Otto von Bismarck tornava-se o primeiro chanceler da Alemanha e modificaria para sempre os estereótipos alemães. Que os alemães eram um povo sem graça e sem talento para humor, que amavam cerveja e que tinham vocação para criar guerras, esses estereótipos já estavam consagrados desde as tribos germânicas da época romana, mas agora Otto lançava a nova moda de chapéus pontiagudos enfeitados com pontas de lança.

Na década de 1930, um austríaco de olhos escuros chamado Hitler, vem por sufrágio universal, assumir o cargo democrático de emo supremo, chefe e rei da Alemanha, títulos unificados na figura do Führer. Usando seus poderes de hipnose, Hitler convenceu os seus 70 milhões de cidadãos de que a superioridade alemã era a solução para todos os problemas, sendo necessário portanto matar judeus e começar uma guerra mundial, embora essa parte do "matar judeus" já tenha sido desmistificado pelo governo iraniano como um grande hoax.

Ler o artigo completo
Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter Share on Google+