São Domingos do Sul

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png São Domingos do Sul é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
O índice de desemprego lá é 290%.

Sciences de la terre.svg.png


São Domingos do Sul é uma cidade do Rio Grande do Sul que, tal como o nome diz, é uma praia... Não! Uma montanha... Tá, é meu último palpite: é o nome de um restaurante que serve comida chinesa com chimarrão e maconha como aperitivo.

A cidade reúne 2000 pessoas azaradas que só vivem por lá porque tem emprego e um bar que tem cerveja boa.

A cidade[editar]

Uma falha sísmica engolindo um habitante de São Domingos do Sul.

A cidade fica no Rio Grande do Sul e logo no portal dela podemos notar o que será a cidade durante a "visita" de longos 5 segundos. Geralmente as pessoas que passam por lá acabam indo para outros lugares como Ijuí que não é das melhores cidades do norte do Rio Grande do Sul...Ou vão para Porto Alegre achando que vão dominar o mundo.

Além da restrita freguesia que está procurando por queijos gaúchos ou erva-mate, a cidade planta drogas ilícitas que em seu território são permitidas para consumo "recreativo".

Algumas casas se tornaram famosas na região como uma casa que dizem ser mal-assombrada, pois as almas penadas e fantasmas são tão incompetentes que não conseguem nem assombrar uma casa direito. Isso que dá morrer no interior e ficar nessas casas abandonadas jogando tempo fora.

Cultura[editar]

A cultura predominante é a argentina gaúcha que ensina como um homem deve ter barriga, como ele deve beber maconha chimarrão e como deve extrair erva-mate para poder criar o elixir da vida, o tererê.

A cidade tem festivais como o campeonato de cuspe a distância, em que o recorde foi de 8000km de distância de uma mulher que antigamente fazia parte dos X-Men, mas que foi rejeitada por cuspir seus inimigos há mais de 8000km de distância não ser um poder.

Aliás, o inimigo só sentiria nojo, não iria matá-lo e sequer era ácido aquilo.

Atualmente[editar]

A cidade está procurando uma maneira de aumentar as indústrias, porém não consegue dinheiro apenas colocando seus políticos para rodar a bolsinha e cortando o orçamento quase nulo do time deles. Por isso, pedem empréstimos para o governo que transformará em dívida infinita aquilo.