Sherlock Holmes

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira da Inglaterra.png GOD SAVE THE DESCIC£OPEDIA!!

The Merlim's Order First Class garante que este artigo é 100% inglês. Ele é industrializado, casto, vitoriano e tem a aprovação de Rainha Elizabeth II.

Se o artigo for sem graça, é apenas humor britânico.
Queen picking.jpg
Htret.JPG Sherlock Holmes dá um tapa na pantera!

Por isso ninguém entende o que ele(a) diz!

Clique aqui se você quiser dar um tapa também.

LLLLL.gif

Elementar, meu caro descíclope!
Observando o conteúdo investigativo, percebe-se que este artigo se trata de um investigador, detetive ou enxerido.

60px-Bouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Sherlock Holmes.
Sherlock em mais uma caçada com seu nada conhecido Cão Farejador do Microsoft PowerPoint 2003

Cquote1.png Você quis dizer: Xeroque Rolmes Cquote2.png
Google sobre Sherlock Holmes
Cquote1.png Elementar, meu caro Watson. Cquote2.png
Sherlock Holmes prestes a resolver um caso.
Cquote1.png É um bom detetive. Cquote2.png
L. Lawliet sobre Sherlock Holmes
Cquote1.png Esse cara é dos nossos, dá uma cheiradinha, só fala bobagem e se dá bem. Cquote2.png
Maconheiro sobre Sherlock Holmes
Cquote1.png Foi u Cão dus Baskerville qui buto pra nóis lê!! Cquote2.png
Jeremias sobre os livros de Sherlock Holmes
Cquote1.png Na União Soviética, o crime soluciona VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Sherlok Holmes
Cquote1.png Na Holanda o crime se resolve sozinho, não precisa de você!! Cquote2.png
Reversão Holandesa sobre Sherlok Holmes
Cquote1.png Eu sou melhor, olhem pra mim! Ei, por que vocês só olham pra ele? Eu sou melhor sim!! Me leiam!! Cquote2.png
Hercule Poirot invejando a popularidade de Sherlok Holmes

Sherlock Holmes, Cherloqui Roumis em português, é mais um daqueles heróis de ficção. Sempre se dão bem, nunca morrem. É o que todo país necessita, podendo agir com apenas um médico inútil ao seu lado e uma lupa. Apesar de eficiente, seu serviço é caro impossibilitando qualquer brasileiro de contratá-lo.

História[editar]

Holmes e seu fiel cachimbo.
O famoso chapéu de Sherlock Holmes.
Cquote1.png A partir da maneira com que as rachaduras surgiram nesse vidro, obviamente fabricado em 1913, podemos deduzir que... Cquote2.png
Sherlock desvendando mais um caso

Criado no século XXIV do calendário chinês por Sir Arthur Conan Doyle, o Bárbaro, Sir Holmes foi criado com um irmão único de mãe solteira, e podia fazer o que bem entendesse. Por isso, aos 2 meses de idade, Sherlock deu seu primeiro tapa na pantera. Acredita-se que Holmes era filho de Mona Lisa.

Após despertar seus instintos sociopatas, Holmes foi mandado para estudar em um colégio de freiras para aprender a bordar, costurar, pintar e outras coisas, o que por conseguinte só agravou sua sociopatia.

Personalidade[editar]

Holmes é descrito como uma pessoa que apresenta sintomas de Mal de Alzheimer e outras doenças que causam danos no sistema nervoso. Mesmo assim, Holmes em seus casos em vez de pensar anos para falar algo, fala qualquer merda que vem à sua cabeça. Holmes é um sociopata, uma vez que cresceu em um convento e estudou em um colégio católico. Holmes possui também características estranhas, como o fato de ser Ateu e acreditar em deus, e adquirir catapora mais de uma vez na vida. Holmes era viciado em drogas, sempre andando com um pote de maionese cheio de e um cachimbo. Amante de música, Sherlock tocava um violino tão bem, que quando foi fazer um teste para uma orquestra, o dono do teatro falou que não era necessário alguém com a capacidade de fazer o mesmo barulho de um motor de fusca velho. O uso excessivo de cocaína o deixou com tiques nervosos, fazendo-o errar todas as notas.

Aparência[editar]

Sobretudo de Holmes. Simplesmente um luxo!

Sherlock cuidava muito bem de sua aparência. Para esconder o cabelo mal penteado após a ressaca, Sherlock estava sempre com um chapéu de caçador de veado. Não importando onde vá, Sherlock estará sempre vestido assim:

  • Sobretudo cor de ponche.
  • Chapéu de caçador de veado.
  • Olhar empolado.
  • Calça bege.
  • Cachimbo da paz.
  • Pote cheio de cocaína.
  • Bolsa com seringas hipodérmicas carregadas.
  • Lupa.
  • Meias de seda no bolso (para o caso de alguma necessidade feminina).
  • Gravata.
  • Watson ao seu lado.

Como pode ver, Sherlock achava que a beleza era fundamental.

Seus vícios[editar]

Sherlock como todo homem (ou semi-homem) tem seus vícios. Desde criança, quando foi criado em um convento, Sherlock, de tanto ver mulheres, acabou adquirindo uma rara alergia ao sexo feminino. Talvez é por este motivo que em seus casos ele sempre acha que a empregada é a principal suspeita... Como fumava desde pequeno, Holmes sempre foi viciado em uma erva. Mas como era um cidadão de classe, em vez de papel, ele usava um cachimbo de fabricação escocesa (afinal, é o papel que vicia) com curvatura em forma de U com inclinação de 27°. Talvez é por causa desses requisitos que ninguém aceitava fazer este cachimbo. Sherlock também tinha uma queda pelo pó branco e podia sobreviver por 1 mês sem tomar água ou comer, apenas cheirando 10 gramas de cocaína. Holmes gostava muito de Voleibol, mas como foi matriculado em um colégio feminino, Holmes jogava com mulheres, mesmo sabendo que podia morrer de alergia a qualquer instante. Estudou música por vários anos, e conseguiu aprender as mais diversas técnicas como, The Horse (o violino faz o mesmo barulho de um cavalo relinchando) God Save the Queen (ele tocava tão mal que a rainha precisava de proteção divina) e outras.

Carreira como detetive[editar]

Local de trabalho de Sherlock Holmes.

Depois de sair do colégio, Holmes percebeu que precisava fazer alguma coisa. Vendo que tinha tudo que era necessário para ser um detetive (e uma coisinha a mais) resolveu ser um. Alugou um aconchegante apartamento barraco na 221B Baker Street e se instalou lá, junto com seu companheiro, o dr. John Watson.

Prevendo a falência de seu negócio devido à localização de seu escritório e ao John que, por conta de suas noitadas com Sherlock, ficava cansado demais para trabalhar no dia seguinte, Holmes vai até o centro de Londres e aluga um apartamento. Finalmente ele recebe visitas de clientes, e assim foi ganhando dinheiro e como jogadores de futebol, ele começou a trabalhar apenas para sustentar seu vicio em drogas e noitadas com Watson. Em um de seus casos, Holmes travava uma luta com seu inimigo, o professor James Maria da Morte (o nome é uma mera falha na hora de fazer a certidão de nascimento) e cai em um barril nas Cataratas de Reichenbach do Niágara. Isso revoltou os fãs nerds, já que tinham dinheiro sobrando e não podiam gastar com tecnologia.

Holmes foi ressuscitado e para explicar o fato, Doyle disse o seguinte:

Cquote1.png Ele ressuscitou para esses fãs de merda pararem tacar pedras na minha janela! Cquote2.png
Arthur Conan Doyle

A explicação foi convincente para os nerds.

Métodos[editar]

Ahaaaaaaa!!! Anônimo foi quem estragou a Desciclopédia.

Xerox Sherlock, como todo detetive, usa os mais diversos metódos para identificar suspeitos, tais como chutes, mamãe mandou e outros. Sherlock sempre usa estes métodos:

  1. Se a pessoa era algum empregado da vítima ela é um suspeito.
  2. Pessoas do sexo feminino são as principais suspeitas de serem cúmplices, não importando se ela seja a vítima.
  3. Pessoas que usam cartolas ou estão sempre com vestidos de noite são criminosos.
  4. Quem entende de política é suspeito.
  5. Se fumar Pall Mall é suspeito.
  6. Se falar que não tem nada a ver com o crime, este o cometeu.
  7. Se uma pessoa cambalear ao ouvir a palavra morte, é o criminoso. Ou um idiota.
  8. Em suspeita de 2 ou mais pessoas serem consideradas suspeitas, Sherlock chuta e aponta para alguém, não importando se seja a Rainha da Inglaterra ou um mendigo.
  9. Se o mordomo é careca, ele é o criminoso (pelo fato dele se parecer com Hitman).
  10. Se alguém tiver algum membro amputado, é o criminoso.

Como se pode observar, os métodos de Sherlock poderiam incriminar vários políticos brasileiros. Deve ser por isso, que segundo o decreto nº 666-21, parágrafo 1999, linha 42 apresenta o seguinte texto:

"Quaisquer textos ou publicações sobre solucionadores de crime deverão ser entregues ao posto policial mais próximo sujeito a multa de 1 centavo."

sheroca Sherlock HomerHolmes também tinha um método chamado "QUERO ASPIRINA, PORRA!" no qual Sherlocão trepava com a esposa do principal suspeito (claro que a alergia a mulher dificultava) e pegava informaçõessobre como matar uma barata com um vibrador.

Inspiração[editar]

Dr. Sininho, o professor

Sir Conan teve inspiração para criar o personagem em uma tarde chuvosa pensando em seu professor, o Dr. Sininho. Enquanto pensava nos tempos que era abusado por ele em que era seu aluno, ele resolveu puxar um fumo de Salvia divinorum e durante seu estado de nirvana criar um personagem.

Livros[editar]

  • Sherlock Holmes e a Puta que Pariu.
  • Sherlock Holmes e Watson.
  • Sherlock Holmes e a Tua Mãe.
  • Sherlock Holmes e o Corcunda de Notre Dame.
  • Sherlock Holmes vs. Goldfinger.
  • Sherlock Holmes e o Enigma do seu nascimento! (o seu e não o dele)
  • Sherlock Holmes e o Enigma do seu nascimento! (o dele e não o seu)
  • Sherlock Holmes e o Mafagafo dos Baskerville.
  • Sherlock Holmes e os Power Rangers.
  • Sherlock Holmes e a música baiana.
  • Sherlock Holmes e a puta virgem.
  • Sherlock Holmes e o mistério do gatinho que fazia miau miau.
  • Sherlock Holmes e o mistério do cachorrinho que fazia auau auau.
  • Sherlock Holmes e o Enigma do Príncipe.
  • Sherlock Holmes e Antônio Nunes.
  • Sherlock Holmes desce as cataratas de Reichenbach num barril.
  • Sherlock Holmes e o punheteiro de Norwood.
  • E mais outros trocentos livros, incluíndo games.

Adaptações para o cinema[editar]

Sherlock Holmes e Sherlock Holmes: O Jogo das Sombras[editar]

Robert Downey Jr., já coroado o rei das gurias retardadas pelo papel de Tony Stark, interpreta Sherlock Holmes. Essa adaptação foi bastante criticada pelos nerds mimizentos (a.k.a. fãs), já que o viado, maconheiro e detetive nas horas vagas criado por Arthur Conan Doyle foi convertido num hétero (não praticante), cujo único vício é o cigarro de alface. Há também a personagem Irene Adler, vivida por Rachel McAdams (michê de Downey Jr. e atriz nas horas vagas), que é mais rodada que vinil da Alcione em puteiro.

Investigar também[editar]