Teixeira de Freitas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Texugo dos Freitas
"Terra de painho"
Bandeira de Teixeira de Freitas.png
Bandeira
Aniversário 30 de junho
Fundação 1500
Gentílico gente feia
Lema Melancius Libertas
Apelidos Porto Inseguro
Prefeito(a) PMDB
Localização
Localização de Texugo dos Freitas
Estado link={{{3}}} Bahia
Mesorregião República da Bahia do Sul
Microrregião Bahia Mineira
Municípios limítrofes Vereda, Medeiros Neto, Alcobaça, Caravelas
Distância até a capital Se acha a capital da Bahia km
Características geográficas
Área Irrisório km²
População 161 690 (caraca, é muito) hab. ontem
Idioma caipirês-baianês
Densidade média hab./km²
Altitude 0 metros
Clima Insuportável pqp
Fuso horário UTC (+)3
Indicadores
IDH 0,7 aparentando 0,1 1500
PIB R$ acarajé² 1500
PIB per capita R$ 1 acarajé por habitante 1500

Cquote1.png Essa cidade é cagada... Cquote2.png
Tuirista sobre Teixeira de Freitas
Cquote1.png Eu parei para cagar num matagal e disseram que eu fundei uma cidade Cquote2.png
Timóteo sobre Teixeira de Freitas
Cquote1.png Onde é o shopping? Cquote2.png
Misterioso turista perguntando sobre o Shopping Teixeira SMALL
Cquote1.png Essa porra não chega nem aos pés da minha casa, caralho! Cquote2.png
Dercy Gonçalvez sobre Teixeira de Freitas
Cquote1.png Teixeira de Freitas, terra de gente bonita, honesta e trabalhadora Cquote2.png
Ataléia sobre Teixeira de Freitas
Cquote1.png Essa Porra num tem lugar para ir Cquote2.png
Turista sobre Texeira de Freitas
Cquote1.png Quanto buraco, parece a lua Cquote2.png
NASA sobre as ruas de Teixeira de Freitas
Cquote1.png Vamos morar lá, Patrick? Cquote2.png
Bob Esponja sobre o bairro Estancia Biquine

Teixeira Freitas, também chamada de "Têxera", "Técçás" ou "Texas", é um matagal no meio do nada do sul da Bahia. Essa é uma cidade que apareceu há pouco tempo, do nada, mas que cresceu assustadoramente graças a uma empresa das trevas que resolveu explorar todo potencial da região para a cultura do eucalipto, foi comprando as terras das pessoas até caipiras de todas as partes e sem contato com a civilização ali desejarem se estabelecer para trabalharem como semi-escravos. Esses manos se mudaram para Teixeira de Freitas cheios da grana e construíram mansões e compraram carrões para si, mas o problema é que a cidade não pode oferecer a esses eufóricos empregados que mantenham esse novo padrão de vida, ainda mais quando suas reservas monetárias se esgotarem, essa cidade vai pro inferno, literalmente. Quando aparece um paulistano na cidade todos se sentem ameaçados pois sabem muito bem que aquele paulistano é um baita de um ladrão, então ele poderá roubar seu dinheiro do dia pra noite. Assim, tratam de expulsá-los.

História[editar]

A cidade de Teixeira de Freitas foi fundada das sobras de terra dos municípios de Alcobaça e Caravelas, vilarejo antes conhecido como Mandiocal e posteriormente renomeado como Tira-banha, esse último nome, dado aos altos níveis de violência, que deveria continuar atual.

A cidade foi emancipada em 1985, não se sabe bem o porque, mas desde então é administrada alternadamente pelas famílias Brito e Pinto, ambas picaretas e inimigas dos Montequios e Capuletos. É errôneo acreditar que "Teixeira de Freitas" foi o nome de algum cidadão ilustre homenageado, pois a origem deste topônimo vem da expressão em latim “Teyxeirus Feiuras” que em português fica "Teixeira de Freitas", que nada mais é que uma simplificação para o português de uma expressão que significa "cidade desordenada".

É no ano de 1986 que a primeira alma morta aparece capinando esse lindo maravilhoso matagal, e sabia que ali era o lugar perfeito para se fazer uma favela rodeada por eucaliptos. Neste local existia um tipo de pedra que minava um pó azul, e que todos os homens das cavernas iam ao local para se "aliviar" naturalmente, porém no dia 44 de Setembro de 1997, terrivelmente, aparecem centenas de canibais em busca do capinador de matagais, mas eis que repentinamente Lima Duarte aparece com seu terrível poder e diz aos canibais "Essa favela tem futuro, crianças", e após o fato, um mela-cueca chamado Timóteo Caninha, de 9 meses, aparece e implora sucedidamente para que Lima Duarte deixasse que ele fosse o chefe desse lindo matagal.

E enquanto isso, num lugar muito distante, muito distante mesmo, lá no espaço, o Mestre Yoda estava tendo uma visão (da qual ele não poderá falar nunca). A favela foi crescendo rapidamente com ajuda de corintianos, flamenguistas e palmeirenses, e infelizmente, um matava o outro. em 2002 os corintianos eram encarregados de traficar drogas e armas para outros estados, movimentando a economia de Teixeira de Freitas, fazendo a cidade crescer e prosperar. Os flamerdistas era os certinhos, ou melhor, ou analfabetos (provavelmente quem escreveu esse artigo é um), estes flamenguistas ficavam coçando o saco e sempre estavam em busca de novas pessoas para assaltar. Enfim os palmeirenses ficavam disputando com os corintianos quem traficava mais drogas e armas, e por causa dessa disputa, a cidade veio a crescer bem mais rápido.

Teixeira de Freitas começou a ter prejuízos quando paulistas e cariocas foram morar por lá. Emos chegaram, foi um terror, eles foram curtir a "cidade" que Teixeira de Freitas estava se transformando, época em que a cidade ficou conhecida como "Texas City" (mais usado por patricinhas, mauricinhos, pagodeiros e os inventores da expressão, os emos). A cidade foi empesteada de emos e pagodeiros que deu origem a uma imensa batalha quando surgem os verdadeiros metaleiros que exterminam 99,100% dos emos dessa cidade, e os pagodeiros decidiram não aparecer em público nas ruas. Os Metaleiros eram um tipo de anti-desgraça, porém, foi um grupo que acabou rápido e atualmente vem predominando na cidade uns pseudo-músicos que tocam toscamente algum teclado yamaha cantando com voz de taquara rachada alguma música muito brega.

Em 19 de agosto de 2017 a cidade de Teixeira de Freitas tornou-se assunto na mídia internacional por ter sido a primeira cidade do mundo a ter sido abertamente visitada por alienígenas, o denominado "Caso Roswetexas". Após a guerra dos 10 anos, Teixeira de Freitas mandou caipiras retados para a terceira guerra mundial. Então, nessa guerra que acontecia no ano de 1930 (antes da segunda guerra) inesperadamente algo que caia do céu, atinge uma favela que eu eskeci o nome ae, mais só que dentro desse objeto não-identificado que caiu inesperadamente na favela, era uma espécie de quadrado-oval que logo se abriu. Então uma coisa que parecia um Elastico (Daqueles de prender dinheiros ou qualquer outra coisa que eles sirvam) estava logo naquele objeto estranho, e de repente, um curioso que por acaso queria saber o que estava acontecendo, misteriosamente é absorvido por um tipo de mato cortante (Suponho que o E. T tenha desintegrado o mato da favela) e após, o ser sai daquela pequena capsula quadrada-oval, e sai caminhando pela cidade em busca de algo que eu não sei. Então, ela chega em meio de grandes multidões secretas e novamente, inesperadamente, dá um grande berro com ego e inteligência: "O mundo só será mundo, quando o último pagodeiro e emo morrer com uma corda de guitarra.". Após esse enorme discurso, as pessoas que estavam ao seu redor, olhavam para ele com um olhar esperançoso, e chegaram a pensar que o mesmo seria o mestre fYoda em forma de elastico-mutante, e desde tudo que aconteceu, o mundo todo soube dessa desnotícia e ficou abalado. o Elástico-mutante desapareceu em menos de 0000000,0,1 milesegundos junto com a pechincha dele, e no local algo pequeno crescia fertilmente, o que parecia ser um PEQUENO SHOPPING, no qual depois de 10 anos foi chamado de Chope Teixeira Esmau ( Ou no ingles: Shopping Texas Small ).

Geografia[editar]

Deus Melancia, venerado em mais uma praça da cidade.

Localizada no extremo sul baiano, localidade esta fixada em um planalto sem fim. É também muito conhecida por nomes como “Texas Baiano” ou “Teixeira das Treitas”. A religião predominante gira em torno do “Deus Melancia”, venerado fielmente pela população local, a devoção é tanta que melancias gigantes estão espalhadas por toda a área urbana, e vão de pontos de ônibus a grandes monumentos vermelhos.

Economia[editar]

Se você pretende trabalhar nessa cidade você tem que ser obrigatoriamente mineiro ou capixaba, ou descendente de tais raças. Baiano não trabalha ali (em lugar nenhum na verdade). Todavia, a cidade vem crescendo economicamente em relação ao resto do estado, e é considerada uma das melhores e mais evoluídas do extremo sul da Bahia. Ou seja, não mude para o extremo sul Baiano, limite-se a conhecer as belas praias. E não pare para conhecer Teixeira de Freitas, é perda de tempo.

A cidade segue sua vocação natural para o comércio de drogas, que é o forte da cidade, em cada esquina você encontra um "Nóia", seja pra te pedir dinheiro para condução, leia-se droga ou pra te enquadrar e roubar até as suas cuecas, polícia na cidade é rara, só aparecem depois da merda feita.

População[editar]

Com incríveis 160 mil habitantes, é uma das maiores cidades da Bahia. Ninguém lá, todavia, se considera baiano. Todos afirmam serem mineiros, capixabas, cariocas, mas nunca baianos. Tal como ninguém se considera negro, todos afirmam possuir um pai ou um avô loiro dos olhos azuis.

O município teixeirense detém dois recordes demográficos, o de cidade com o maior número de urubus no mundo, andando pelas ruas do centro é possível ver as galinhas do céu circulando naturalmente como animais domésticos, e o de a cidade mais violenta da Bahia, tudo em Texas, apelido ridículo, é resolvido à bala.

A quantidade de cornos na cidade chega a espantar, segundo dizem, tamanha quantidade de chifrudos se deve ao turno noturno dos funcionários da companhia Suzano de papel e poluição.

Bairros[editar]

Em Teixeira de Freitas os seus moradores possuem uma criatividade sem limites, o que pode ser observado através dos nomes de seus bairros como: “Estancia Biquine”, uma singela homenagem ao desenho Bob Esponja, “Ipiranga”, propaganda gratuita ao posto de combustíveis de mesmo nome, e claro, não a independência do Brasil, além do “Redenção”, nome dado a localidade para que a população se livre do pecado de votar em prefeitos incompetentes. As crateras de suas ruas são tão grandes que quase chegam ao inferno.

Cultura[editar]

A arquitetura não é o forte do lugar, prova disso é uma fonte em formato de pica na praça Castro Alves, tal fonte ficou conhecida como pau do poeta. Percebe-se de longe que a cidade não tem vocação para a cultura, os gostos de seu povo são terríveis.

O único ritual observado dos teixeirenses é a sua peculiar peregrinação para o Shopping Teixeira Smallritual todo sábado a noite. Os cidadãos se vestem com as melhores roupas (seguindo a moda teixeirense, que vamos ser sinceros, não é nada moderno, é um atraso no tempo porque as novidades da estação só chegam em Teixeira de Freitas depois de um ano, quando tudo já está brega) e os melhores cabelos (que são de dois tipos: Ou com o cabelo castanho com aquelas mechas loiras acinzentadas ou com a chapinha até no cu. E não vou nem entrar na parte de cabelo masculino.), acompanhados por um companheiro que está tão lixo impecável quanto ele, e começa o ritual da chuva. O que isso significa? Significa que eles vão dar a mão, e juntos, vão percorrer todo o perímetro do Shopping (que é muito curto, diga-se de passagem) para se amostrar para os seus coleguinhas e fingir que tem uma vida social sábado a noite, mas na verdade não vai entrar em nenhuma loja nem pra comprar uma rosquinha (até porque tu tem que ser muito rico pra comprar algo lá) e o ritual termina na praça dos maconheiros ou simplesmente eles ficam ali em pé mesmo, tentando detectar qualquer pessoa que eles conheçam pra se expor ou fingir que tem amizades. Se você não cumpre esse ritual em Teixeira de Freitas, você provavelmente está incluído no pessoal que vai direto para praça dos maconheiros tocar violão, recitar poemas ou porque você talvez seja emo com uma camisa daora do Slipknot e todos seus amiguinhos com franjas.

Esporte[editar]

O torneio de futebol da cidade é cheio de perebas e cachaceiros, quadras públicas de esporte praticamente não existem, o que existe, e muito, na cidade são drogados, traficantes, assaltantes e assassinos tanto que nessa cidade as pessoas andam com celulares dentro das roupas íntimas por medo de assalto, o tráfico de drogas é tão intenso por lá que, mototaxistas quando não leva passageiro leva droga em sistema delivery.

Transportes[editar]

Na infraestrutura, a cidade possui vias com 20% de areia, 70% de barro e 10 % de asfalto, sendo o último bem mais difícil de ser encontrado. Não se recomenda visitar a cidade de Teixeira de Freitas de carro. Na verdade não se recomenda visitar essa cidade.

Religião[editar]

Tem os que gostam dar lição de moral nos outros, vão à missas e cultos e sentam na primeira fileira, mas curtem mesmo é mamar uma benga. A principal religião na cidade é uma chamada hipocrisia.

Turismo[editar]

Viajar até a cidade de Teixeira de Freitas é pura perda de tempo, não vá lá, coisa de desocupado. O puteiro da cidade conhecido como 'O Brega' é cheio de puta feia, que certamente vivendo de prostituição não faturam nem para o sal, passe longe.

O município possui, porém, belíssimas atrações como a “Avenida Maquiagem Vargas”, curiosamente arborizada e asfaltada. A avenida é uma ilusão se comparada com todas as demais vias do município. A “Praça Cratera Angélica” também é um ícone municipal, localizada no final da “Avenida das Confusões”, o espaço possui o barro de melhor qualidade de toda Teixeira de Freitas. A cidade também possui um shopping em formato de rosca, denominado “Posto da Mata Mix”. Fazendo jus ao nome, o local é bem distante, e é um importante polo de compras de toda a Texas e região, mas basta dar uma pequena volta na rosca e ela se acaba.

Qualquer pessoa que tenha vindo de um local civilizado e tenha bom senso terá uma grande decepção ao visitar esse inferno. Praticamente só existe uma rua asfaltada, ocorre faltas d'água com frequência. As mulheres são divididas em duas classes: As vagabundas que vão "causar" na boate todo fim de semana ao som de bandas de axé e forró, tem um QI de -341845 e usam topisinhos "provocantis" cor-de-rosa (sim, mesmo as gorilas o usam), e as santas que usam saia arrastando até o chão, e se escandalizam ao ver uma irmã usando correntinha, mas secretamente a maioria age como as do primeiro tipo. Os homens pensam que são manjadores, ganham do papai um carrão do ano e vivem pegando todo tipo de vagabunda nas festas. Em Teixera de Freitas, mulher bonita se chama "turista".