Virginie Caprice

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
002.png Este artigo pode levar-te para o Lado Azul da Força!

Este artigo contém fatos sobre sapatas e adora carne mijada.

Madonna-Britney-Aguillera.gif
Virginie Gervais
Virginie caprice.jpg
Quanta hospitalidade!
Nascimento 24 de junho de 1979
Versailles Bandeira da França França
Ocupação Atriz e modelo erótica e pornográfica
Altura 1,62
Peso 44
Signo Câncer
Olhos Castanhos
Cabelo Loiro
Aparência física Peituda

Virginie "Caprice" Gervais, ou simplesmente Vivi para os íntimos, é uma ex atriz pornô e atual modelo que sabe-se lá porque raios nasceu na França, sendo que seu pai é italiano e sua mãe é alemã.

História[editar]

Vivi na verdade é uma princesa, nascida no Palácio de Versailles, do qual também é herdeira legítima. No entanto, eram tempos extremamente machistas, e jamais seria permitido que uma mulher assumisse o trono real. Por este motivo, seus pais foram obrigados a livrarem-se dela logo após seu nascimento e trocarem-na por um bebê menino. Assim, ela acabou indo parar em um orfanato todo velho e imundo, caindo aos pedaços, e foi criada igual a uma mendiga. Quando chegou ao início da adolescência, foi adotada por um cafetão, obviamente que não para ser filha do mesmo, e sim para gerar lucro e trazer bastante folhinha verde para casa. Para aqueles que não entenderam, a então jovem e inexperiente Vivi se tornou uma baita de uma puta paga, e o pior de tudo é que nem sequer podia ficar com o dinheiro que ganhava através das putarias.

Carreira[editar]

Quando atingiu a maioridade, Virginie Caprice enfim passou a tomar as rédeas de sua própria vida. Abandonou seu cafetão e passou a administrar sozinha seus programas. Agora que não precisava mais dar a grana que recebia para ninguém, conseguiu juntar uma quantia bastante satisfatória, a qual gastou imbecilmente com próteses de silicone para deixar os peitos grandes. Toda feliz com o resultado e doida para exibir por aí sua nova comissão de frente, Vivi foi se oferecer por conta própria a revistas masculinas, na esperança de que alguma delas quisesse fazer um ensaio de capa seu pelada. A única que se interessou foi a FHM, que nem publica nudez explícita, mas já era alguma coisa, então ela aceitou.

Devido ao imenso apreço por bolas que aprendeu a ter ao longo de seus trabalhos na pornografia, Vivi passou a se interessar por futebol, o que logicamente fez com que fosse imediatamente rotulada como maria chuteira. Para mostrar que não era só uma biscate qualquer a fim de ser comida pelos jogadores, embora quisesse isso também, ela decidiu provar que entende mesmo do esporte e passou a fazer apostas para os placares da Eurocopa, pintando os resultados que imaginava nos peitões siliconados e depois postando fotos assim na internet. Conseguiu despertar a atenção da mídia internacional com isso, inclusive do Brasil, como não poderia deixar de ser. Também arriscou um palpite para a Libertadores da América a pedido do Globo Esporte, que estava pouco se lixando para a opinião da moça e só queria era ter uma desculpa de mostrar gostosa seminua para elevar a audiência.