Filho do Google

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Youtube)
Ir para: navegação, pesquisa
Ytlogo.png Pesquisayt.pngSearch yt.png Upload yt.png Appytt.png Notfiyt.png


Finalmente! Um slogan sincero
Um excelente vídeo trazido diretamente do YouTube. Muito impressionante! Repare na duração do vídeo.
Uma cena muito comum no YouTube.
CounterZero.gifCounterZero.gifCounterZero.gifCounter5.gifCounter7.gifCounter3.gifCounter2.gif

Este é o número de videos deletados no Youtube desde o momento que você abriu esta página.


Cquote1.png Experimente também: YouPorn Cquote2.png
Sugestão do Google para YouTube
Cquote1.png Você quis dizer: AdTube Cquote2.png
Google sobre YouTube
Cquote1.png Você quis dizer: Seu Tubo Cquote2.png
Google sobre YouTube
Cquote1.png Você quis dizer: YouBug Cquote2.png
Google sobre YouTube
Cquote1.png Você quis dizer: YouTOBA Cquote2.png
Google sobre YouTube
Cquote1.png Experimente também: SeuTOBA Cquote2.png
Sugestão do Google para YouTube
Cquote1.png Você quis dizer: YouNOOB Cquote2.png
Google sobre YouTube
Cquote1.png Você quis dizer: Minha propriedade Cquote2.png
Google sobre YouTube
Cquote1.png Você quis dizer: Censura Cquote2.png
Google sobre YouTube
Cquote1.png Você quis dizer: Sistema Mal Organizado Cquote2.png
Google sobre YouTube
Cquote1.png Você quis dizer: Te Encher o Saco Recomendando Varias Vezes o Mesmo Video? Cquote2.png
Google sobre YouTube
Cquote1.png Você quis dizer: Mais Bugado Que Você Cquote2.png
Google sobre YouTube
Cquote1.png Você quis dizer: Favelão digital Cquote2.png
Google sobre YouTube
Cquote1.png Você quis dizer: Recanto de favelados maconheiros Cquote2.png
Google sobre YouTube

Cquote1.png Deixa o vídeo carregando... depois a gente vê. Cquote2.png
Você e seu colega tentando assistir um vídeo no YouTube
Cquote1.png Cadê os videos bons? Cquote2.png
Você querendo tocar Punheta
Cquote1.png Filho da puta, Não da pra parar de recomendar sempre a mesma merda? Cquote2.png
Você sobre o youtube esta sempre recomendando os mesmo videos
Cquote1.png Porra, o Youtube é mais foda que eu... Cquote2.png
Metacafe sobre YouTube
Cquote1.png Este vídeo apresenta conteúdo de Viacom, que o bloqueou com base nos direitos autorais. Cquote2.png
Você enviando um vídeo pro YouTube
Cquote1.png Você sabia que não tem como editar o link quando se coloca um vídeo! Cquote2.png
Nerd sobre YouTube
Cquote1.png Esse site toca aqui no meu coração, mano. Cquote2.png
Theo Becker sobre YouTube
Cquote1.png Ele me entubou toda. Cquote2.png
Justin Bieber sobre YouToba
Cquote1.png Sou um macaco altamente treinado para cuidar do seu problema. Cquote2.png
macaco sobre YouTube
Cquote1.png Aff, aqui não Tem Pornô... Cquote2.png
Punheteiro sobre YouTube
Cquote1.png Na União Soviética, o vídeo da play em você! Cquote2.png
Reversal Russa sobre YouTube
Cquote1.png Http/1.1 Internal Server Error Cquote2.png
YouTube
Cquote1.png Na União Soviética, o loading espera você! Cquote2.png
Reversal Russa sobre YouTube
Cquote1.png Juventude, Mocidade Cquote2.png
InterTran(Tradutor da UOL) sobre YouTube
Cquote1.png Na União Soviética, o vídeo vê você! Cquote2.png
Reversal Russa sobre YouTube
Cquote1.png Na Holanda, O vídeo se vê sozinho e não precisa de você Cquote2.png
Reversal Holandesa sobre YouTube
Cquote1.png no Brasil eu como a sua bunda e foda-se o load Cquote2.png
humilhação brasileira sobre YouTube
Cquote1.png Você Tubo Cquote2.png
Google Translator sobre YouTube
Cquote1.png Essa poha vai acabar me levando a falencia Cquote2.png
Site Dattebayo sobre Youtube
Cquote1.png YouTOBA? Como vai? Cquote2.png
Eu sobre seu toba
Cquote1.png Dabu dabu bladu dabu ponto iuliuliultubiubiu ponto ponto conto beerre Cquote2.png
Sônia sobre o YouTube
Cquote1.png Quibi Lôco. A vredadi é ástra e o quibicru. Cquote2.png
Sônia sobre Youtube
Cquote1.png Você traiu o movimento televisão, véio. Cquote2.png
Dado Dolabella sobre Youtube
Cquote1.png Rápido cara, salva o vídeo da Cicarelli antes que ele seja tirado do ar!!! Cquote2.png
Nerd espinhento aconselhando um amigo nerd espinhento também sobre Youtube
Cquote1.png Ih Claudinha, isso daqui não é a gente naquele baile funk!? Cquote2.png
Tição sobre Youtube
Cquote1.png O Youtube não se responsabiliza por vídeos postados que contenham modelos brasileiras fazendo sexo no meio do mar e que quando o parceiro masculino saia, coloque uma alga em seu pênis para disfarçar. Obs: Esta regra não foi direcionada a ninguém, é apenas uma suposição. Cquote2.png
Youtube sobre Youtube
Cquote1.png YouTube bloqueado? Me use e abuse! Cquote2.png
http://ionproxy.com/ sobre YouTube
Cquote1.png Fui eu que fiz Cquote2.png
eu sobre YouTube
Cquote1.png Você que fez a puta que pariu! Cquote2.png
Você sobre mim
Cquote1.png Nunca mais eu falo que alguém é idiota! Cquote2.png
Ziraldo sobre Youtube [[1]]
Cquote1.png GOLDASSSSSSSS,GOLDAAAAAAASS,DOU...! Cquote2.png
Tadeu sobre Youtube
Cquote1.png Heeeiimmm, você quer o que?!! Cquote2.png
Velha surda sobre Youtube
Cquote1.png Cala a boca sua Velha surda!!! Cquote2.png
Você sobre Velha Surda
Cquote1.png O queee??!!Queima a Rosca??? Cquote2.png
Velha surda sobre Frase Acima
Cquote1.png Qual o nome da música?? Cquote2.png
Comentário em 99% dos vídeos
Cquote1.png Na União Soviética o Youtube posta VOCÊ Cquote2.png
Reversal Russa sobre Youtube
Cquote1.png Eu adoro essa banda de rock! Cquote2.png
Carla Perez sobre YouTube
Cquote1.png Aprenda que o Youtube é só mais uma arma do google para dominar o mundo. É por isso que o Google não simpatiza com Coca-Cola, McDonald's, Burger King, Apple, Microsoft e outros métodos do Satã de dominação mundial. Cquote2.png
Marcelo Adnet sobre Google Inc.
Cquote1.png Porra! Tiraram o som do meu vídeo! Porra! Filhos da Puta! Porra! Cquote2.png
Você sobre Youtube ter tirado os sons da WMG do seu vídeo.
Cquote1.png Você acha argentinos arrogantes? Vá no YouTube e lê os comentários pra tu ver! Cquote2.png
Brasileiro
Cquote1.png Você já entrou no iu-tchu-be?? Cquote2.png
Elzio sobre Youtube

YouTube (do inglês: You = você, seu; Tube = cano) é o principal site de compartilhamento e streaming de vídeos onde você pode assistir vídeos sobre qualquer coisa, menos putaria, o que faz do site ser completamente inútil. Hoje em dia, é um site bastante popular onde até a tua mãe posta vlogs diários sobre seu cotidiano como uma profissional do sexo que trabalha em três empregos para sustentar o filho bastardo que fica o dia inteiro batendo punheta e jogando LoL.

A popularidade do YouTube é parecida com a popularidade de Wikipédia. Enquanto que na Wikipédia qualquer idiota pode editar, no YouTube, qualquer idiota pode postar vídeos. A grande diferença é que, como boa parte da população é semianalfabeta e a Wikipédia bane qualquer edição que fuja dos padrões (ou seja, literalmente qualquer frase sem uma referência primária), ninguém quer ser editor de wiki, mas todo mundo quer ser youtuber, pois até você tem chances de ser o próximo youtuber popular cheio de patrocinadores.

De fato, YouTube evoluiu tanto que ser youtuber agora é considerado uma profissão, e todo youtuber tem direito a 35% de insalubre, pois o risco de se afogar em uma banheira de Nutella ou de ter um ataque epilético jogando Minecraft é demasiado grande.

História[editar]

O primeiro vídeo do YouTube foi um clipe de 18 segundos onde um cara fala sobre elefantes. Tem mais conteúdo que toda a seção "Em alta" do YouTube.
Clique aqui e você vai ver como se engana um otário.

YouTube foi fundado em 2005 por três ex-funcionários do PayPal depois de eles terem sido demitidos do mesmo por desvio de dinheiro em contas de clientes. Como eles tinham dificuldades em compartilhar vídeos de putaria na Internet uns com os outros e já estavam cansados de baixar vírus e pornografia infantil sem querer pelo Ares Galaxy, resolveram criar um site só para isso. No começo, o nome era RedTube.

O problema é que muitas pessoas começaram a postar vídeos "inocentes" e sem graça no site. Ao invés de postarem somente vídeos de putaria, as pessoas postavam suas criações originais caseiras. Espantados com o fato de que na Internet não tem só punheteiro atrás de novinhas em chats e moleques onanistas procurando vídeos pornô (sim, eu sei, difícil de acreditar), eles resolveram então criar o YouTube, que no início era uma subsidiária do RedTube, para vídeos não-pornô.

Primeiros vídeos[editar]

O primeiro vídeo postado no YouTube se chama "Me at the zoo", feito por um dos co-fundadores só para testar. No vídeo, ele fala um fato interessantíssimo dos elefantes, sobre eles terem trombas longas, e isso é legal. Ironicamente, esse vídeo de 18 segundos postado 13 anos atrás tem bem mais conteúdo do que todos os vídeos do "Em alta" do YouTube.

2005, por ser o primeiro ano do YouTube, não havia muita gente postando. Somente gringos postavam vídeos no site, pois na época, a maioria da população brasileira ainda usava Internet discada, ou seja, se já tinha que esperar três horas para carregar um vídeo, imagina para subir um. Mas mesmo os gringos provavelmente tinham Internet de merda, pois a maioria dos vídeos eram clipes de 20 segundos, no máximo 2 minutos, sobre coisas triviais gravadas em seus celulares de flip no formato 3GP, que tinha uma qualidade de merda e pesava pra caralho na memória. Sim, querido leitor, nem todo mundo tinha iPhone que grava em 1080p com cartão de memória de 16GB na época.

Brasil[editar]

Movimento em favor do YouTube e da liberdade de expressão.
Precisamos de cotas para youtubers também.

Somente em 2006 que a macacada começou a descobrir o YouTube. Os primeiros vídeos brasileiros incluíam todos os flagrantes de todas as emissões de todos os programas de TV de todas as emissoras de TV do mundo, nenhum vacilo de apresentador, erro na produção, escândalo de famosos e etc passa batido, estão todos eternizados no YouTube. Um grande exemplo, é claro, é a Ruth Lemos, que foi um dos primeiros vídeos virais do Brasil. Se fosse hoje em dia, com certeza os justiceiros sociais iriam criar um longo e chato debate a respeito sobre a sensibilidade de se zoar gagos, mas em 2006, a galera não estava nem aí, não tinha frescura, era só zoeira-eira-eira no mais puro formato.

Outro caso parecido é a Sônia Iutubiu, que mesmo na época gerou controversa pois o cameraman estaria supostamente zoando a ignorância da mulher que simplesmente não conseguia pronunciar "www.youtube.com", sendo que ele só estava retratando a crise do analfabetismo brasileiro.

E também, é claro, tem o vídeo "confissões de um emo". O cara que postou tal vídeo é, de certa forma, o primeiro youtuber brasileiro de todos os tempos, mas como todo mundo rapidamente enjoou de se zoar emos, ele caiu no esquecimento.

Outros tipos de vídeos comuns nos primórdios do YouTube eram:

  • vídeos de empresas tentando fazer propaganda sem gastar dinheiro;
  • vídeos que tem escrito "xuxa fazendo sexo" mas quando você clica toma um Rickroll'd;
  • transmissões ao vivo de programas da merda da Globo que depois de encerradas levam aviso de direitos autorais;
  • músicos fracassados (ou que nunca tiveram sucesso) e gentinha empolgada com suas aulas de violão que postam vídeos deles tocando;
  • programas de TV repartidos em várias partes de alguns minutos, que demoravam para carregar e tinham péssima qualidade de vídeo. Alguns tinham até bordas;
  • vídeos onde otakus acham que qualquer música já feita combina com clipes de episódios de algum anime obscuro, ou de algum personagem aleatório do anime obscuro já mencionado;
  • vários vídeos postados por idiotas cujo o titulo é: "Ana Hickmann mostrando o dedo ao vivo" ou "William Bonner vomitando", "Não sei quem lá dando o cu" ou qualquer merda, e quando chega ao final aparece a frase "Parabens, você perdeu 21 segundos de sua vida" com esses erros de português mesmo;
  • vídeos de mensagens subliminares, onde sempre aparece aquele seu amigo leeeendhiiioo no final;
  • vídeos de redublagens como este, Xaruto e Bob Esponja no puteiro;
  • tutoriais narrados pelo Bloco de Notas com músicas do 009 Sound System com watermark e gravados 4 FPS pois os computadores não aguentavam o Camtasia Studio.

A lista poderia seguir e seguir, mas como isto não é uma Deslista, é melhor pararmos por aqui. Uma coisa interessante a respeito desses vídeos é que, por mais que a maioria seja uma merda, ao menos eram uma criação autêntica do internauta entediado na época, não uma estratégia de marketing e audiência liderado por um host que mais parece um personagem totalmente artificial e apelativo com o intuito de atrair o máximo de visualizações possíveis.

O Google viu o potencial do YouTube que já em seu segundo ano conseguiu viralizar vários vídeos em vários países, e como o Google estava no processo de monopolização da Internet inteira, foi lá e comprou o YouTube. E foi aí que começou a decadência.

A era do mercenarismo[editar]

Já foi discutido em como os vídeos relacionados do YouTube evoluíram sua abrangência.
Sabe quando um YouTuber pede like antes da pessoa assistir o vídeo? É isso que acontece.
YouTube mostrando como é aprova de hackerz (amplie).

Somente em 2007 que o YouTube lançou o sistema de parceiros do YouTube, e não, não é para você ser parceiro sexual do YouTube (apesar do RedTube oferecer um sistema de parcerias parecido), tampouco é para você ganhar algum percentual das ações do YouTube, mas sim para você deixar o YouTube colocar spam de enlarge your penis em seus vídeos.

Cquote1.png Mas por que diabos eu faria isso??? Cquote2.png
Você sobre programa de parceiros do YouTube

Isso porque você ganha uma migalhinha da grana arrecadada com esse spam, meu caro youtuber! É isso mesmo! Você não precisa mais fazer vídeos de graça, pode ganhar grana em cima deles! Quer outra motivação melhor para você pegar sua câmera agora e gravar um vídeo?

Apesar de introduzido em 2007, foi somente em 2010 que os judeus começaram a explorar esse sistema ao máximo para fabricar dinheiro com o emprego (se é que dá para se chamar de emprego) mais fácil do mundo. O primeiro deles foi o PC Siqueira, que fazia vlogs falando sobre religião, sendo que ele é ateu. Outro que fez o mesmo foi Cauê Moura, isso porque essa era época em que a criançada tava super revoltz com as normas da sociedade, e uma das formas de se fazer isso era cagar na religião de seus pais e família e seguir um ídolo teen que só fala merda na Internet.

Outro que ganhou bastante popularidade na época foi Felipe Neto, mas isso porque ele não era a bicha rosa que é hoje em dia. Na época, Neto usava roupa preta e óculos escuros para se pagar de fodão e ganhou popularidade descendo o cacete nas modinhas que hoje em dia ele milita em prol. Muitos falam sobre se tornar algo que se repudiava, bem, não há exemplo melhor que esse.

Nessa época, foi ENORME o número de vlogs baseados nos youtubers mencionados, inclusive, muitos conseguiram alguma popularidade com isso. Mas o clássico "falar merda na Internet" se tornou sem graça e somente aqueles que soltam a mais pura diarreia pela boca sobreviveram.

Por volta de 2011 (honestamente, chutei esse ano), começou a se popularizar vídeos de gameplay. Grandes nomes da indústria de jogos brasileira incluem Monark, VenomExtreme e Leon e Nilce do Coisa de Nerd. Só que, como toda modinha, o pessoal enjoa.

Monark caiu totalmente, chegando ao ponto de que estamos preocupados com ele, será que ele está conseguindo pagar o aluguel?
VenomExtreme também caiu, não tanto quanto o Monark, mas o pessoal também enjoou dele.
Já Leon e Nilce estão mais populares do que nunca, como isso?

É muito simples: eles se adaptaram. Vamos falar mais disso na próxima seção.

A era da política[editar]

YouTube com a finalidade de conscientizar (ou não) os usuários sobre os problemas ocorridos.

Com o surgimento de vários canais """""sérios""""" que falam de assuntos SÉRIOZÍSSIMOS como política e religião, surgiu um novo tipo de espectador do YouTube: o adolescente politizado, que nunca leu um livro na vida, mas que por ver um vídeo de economia do Idéias Radicais, acha que tem todas as respostas para solucionar a crise econômica do todos os países do mundo. Outro caso é do Arthur do Val (canal Mamaefalei) que, cansado da vida de playboy "opressora" que levava, resolveu pegar uma câmera na mão e sair questionando tudo por aí, principalmente os jovens dinâmicos. O resultado: Sopapos, empurrões e muita treta!

E foi isso que o Canal Nostalgia, Leon e Nilce (mais conhecidos como caçadores de pokémons), e até Felipe Neto fizeram: ao invés de continuar com o mesmo conteúdo de sempre, eles decidiram misturar assuntos sérios que propõem "debates" entre os espectadores.

O canal mais popular dessa era foi o Nando Moura, que começou buscando treta com todo personagem da Internet existente. Depois de anos clamando por atenção ao criticar youtubers mais populares que ele, Nando finalmente conseguiu crescer, alcançando quase 2 milhões de inscritos. Inscritos esses que ele chama de irmãos de batalha, para tu veres como o negócio é sério.

Leon e Nilce tretaram com Nando Moura e essa foi uma estratégia de gênio, pois ninguém jamais responde o Nando Moura, isso porque não querem dar atenção a um músico fracassado que está procurando visualizações através do método mais fácil e desonesto possível. Só que Leon e Nilce viram em Nando Moura uma oportunidade, e foi assim que resolveram posar de algo que vai além de simples caçadores de Pokémon, fizeram um vídeo rebatendo o Nando Moura, praticamente o destruindo com os argumentos (não que isso seja difícil), e como Nando compra todas as brigas possíveis, eles sabiam que ele ia fazer um vídeo resposta tentando argumentar de volta. E foi o que aconteceu. Leon e Nilce, dessa maneira, conseguiram se tornar relevantes.

Moral da história: é melhor Monark e VenomExtreme começarem a falar de política!

A era da estupidez[editar]

Flagra de uma brecha no YouTube revelando um porno ao digitar digimon ringtone.

Ironicamente, junto com a era da seriedade, que mais parece uma piada pois é um bando de marmanjo que se acham cultos e estudados discutindo uns com os outros feito crianças no Twitter e no Facebook, veio a era da estupidez, como se os canais semi-sérios de política não fossem ridículos o bastante.

Essa era engloba canais que servem para moderar as tretas, como o Treta News e New York Treta, tentando passar um viés de noticiário nas notícias mais idiotas e inúteis que fazem revistas de celebridades sentirem vergonha. "Memes" (qualquer imagem com uma frase idiota) também viraram sensação através do Facebook, que passaram a pegar vídeos aleatórios de "youtubers" como South America Memes, e canais de inutilidades como o RezendeEvil, Everson Zoio e o crianção Luccas Neto, onde eles brincam com amoeba, fazem banheira da Nutella, fazem batida de Big Mac e um monte de outras coisas estúpidas que não requerem nem um minuto para se elaborar. Até o Ronaldo do Gato Galáctico aderiu a essa moda. Parou de fazer animações para fazer vídeos sem graça, apelativos, gritando e se fazendo de retardado, com clickbait e colaborando com youtubers tão irritantes e apelativos quanto ele, como Cellbit. Há também youtubers gravando trollagens com viagra. No caso de Zoio, os desafios vão mais além pois incluem acidentes, sangue, coisas nojentas e até foi acusado de morte de crianças imitando suas bobagens (ele diz que não é culpa dele), além de contar publicamente sobre ter estuprado a ex-namorada.


Cquote1.png Eu sou uma foca! ur, ur, ur... Cquote2.png
Filosofagem intelectualistica dita por Luccas Neto sobre ser "meme" da SAM


O engraçado é que o Luccas Neto é igual o irmão, Felipe Neto: começou falando mal de modinhas, como o "Hater Sincero" (igual o "Não Faz Sentido" de Felipe), e agora é o perfeito exemplo de um retardado que faz tudo para conseguir atenção do público menos exigente de todos: as crianças. Pois o conteúdo dos irmãos Neto são obviamente feitos para atingir crianças, a diferença é que Felipe tenta mascarar isso falando de "assuntos sérios" uma vez por mês, e cada vez que ele faz isso, fala merda e é ridicularizado por toda a Internet. Ao menos o Luccas Neto reconhece que é um retardado que faz vídeos infantis e sabe seu lugar.

É triste pensar que a molecada que uma vez era seguidora de Ayrton Senna, Pelé, Seu Madruga, Fofão, porra, até a Xuxa tem alguma credibilidade, agora idolatra esses retardados youtubers, chegando ao ponto de eles fazerem sorteio para atenderem ligações de fãs.[1] MAS AONDE É QUE ESSE MUNDO VAI PARAR????

Vídeos comuns no YouTube[editar]

Ver também[editar]

Ligações externas[editar]


Logo sm.gif

Resultados 1 - 14 de aproximadamente 666.000.000 para "Armas do Google para dominar o mundo" (0,666 segundos)

Referências


Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de YouTube no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg