Bloqueio do Canal de Suez em 2021

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Bloqueio do Canal de Suez em 2021 foi mais uma praga lançada no ano de 2021 (como você pôde ler no título, caso não seja um cego trollando o site), para inaugurar o sucessor de 2020, causada por um barco que decidiu pegar no ronco no meio do anal de Suez, causando uma grave prisão de ventre no planeta Terra, fazendo com que muitos barcos com muitos recursos que gerariam muitos dinheirinhos ficassem presos pra fora, o que poderia ser resolvido se geral desse ré, mas eu acho que barco não dá ré, então fudeu...

Além disso, muitos dizem que quem causou isso foi a Evergreen do anime Fairy Tail usando um navio com o nome dela. E que daqui alguns dias esse navio vai estar Faustiando (ou seja, pegando fogo) por causa do Natsu Dragneel ao saber que ela roubou o gato dele, vai ser literalmente um motivo para a Peugeot comprar a Evergreen Group para investir em navios pegando fogo na água.

Antecedentes[editar]

Isso apareceu no Evangelion também.

Antes dessa praga acontecer, segundo fontes nem tão fiáveis assim[carece de fontes], a empresa responsável pela praga foi contratada pelo ex-presidente dos Estados Desunidos Donald Trump para fazer seu ato final depois de ter sido, de forma ditatorial, removido do cargo de sindico do planeta Terra pelos comunistas contratados pelo outro comunista Joe Biden e sua comparsa Cavala Harris:

  • Donald Trump: Eles tiraram o muro do México de mim, então eu vou colocar um muro no mundo como vingança e causar fome, guerra e pobreza no mundo todo, MWHAHAHAHAHAHAHA!!!
  • Mãe do Trump: Filhinho, seu jantar já tá prontinho!
  • Trump: Já tô indo, mamãe!

Após o mando de Trump, a empresa do barquinho Ever Given, foi lá e encalhou a peste no canal de Suez, local onde os comunistas chineses trocam armas e equipamentos com os cubanos, venezuelanos e os petistas, e sabendo disso, Trump vai lá e salva mais uma vez a humanidade dos comedores de criancinhas...

A desgraça[editar]

Saindo um pouco das teorias conspiratórias da extrema-burrice-direita e entrando um pouco mais na realidade real das coisas, ou não, o blá blá blá de Suez ocorreu graças a um barco que tinha jantado todo mundo no Twitter e ficou obeso demais, e numa passagem mais estreita do que... vejamos... algo estreito, o barrigudo acabou ficando atolado na areia do canal, obrigando uma série de outros barquinhos que estavam na tradicional fila indiana a ficarem presos num dos mais raros engarrafamentos aquáticos.

Graças a essa mais bela bosta, uma série de trilhões de bilhões de escravos africanos foram mobilizados a escavarem o desgraçado do canal com pás de ouro, que não se mostraram muito eficientes e tiveram de ser substituídas por pás de diamantes, mas elas também acabaram quebrando no meio da operação, obrigando aos trabalhadores a recorrerem a outro tipo de tecnologia: o Twitter. Na mesma hora os donos da empresa ligaram para a rede social bloquear o barco dela, pois o jovem era um lacrador fluente em pronome neutro de primeira, e estava jantando todo mundo em suas lacradas revolucionárias. Desse modo o barquinho acabou por emagrecer e abrir a passagem para que o resto dos esfomeados passassem juntos.

Consequências[editar]

As pessoas de lá estão esperando mais do que você teve de esperar até a miséria do guincho chegar na rodovia para guinchar seu carro estragado.

Obviamente um barco capaz de transportar toda a população de bolsominions e se explodir (não estou dando nenhuma ideia, mas se alguém quiser tentar...) iria trazer consequências, e tais consequências, por mais ignoradas que elas tenham sido, visto que geral estava se papocando de rir da merda e fazendo memes acerca dela, ainda assim foram catastróficas. Com o atraso de máquinas abridoras de tampas de cu, eu não pude comer o cu de quem tá lendo, causando uma queda na bolsa de valor desse site, fazendo assim com que 10 leitores a menos frequentem esse site, visto que a piada "comer o cu de quem tá lendo" não funcionou, então não teve graça alguma, muito pelo contrário, perdemos dinheiro, e eu vou ser demitido para compensar as perdas...

Agora que o escritor antigo foi demitido, eu, o novo eu, posso sair do assunto "esse site" e passar para outro mais importante: o mercado global. Pois bem, dentro dos containers de cada um dos barcos que ficaram bugados por lá, estavam sendo carregadas camisinhas, comidas, vacinas contra a COVID-19 com o chip da besta 666 para a dominação comunista ser alcançada, e muitas outras coisas. E sem tais objetos o número de crianças aumentou, a fome aumentou, e os chineses não puderam controlar boa parte da população por enquanto, então se você estiver lendo essa mensagem, pegue suas coisas, suas crianças para não serem devoradas, e saia imediatamente dai...!

Reações[editar]

Com todo esse babado rolando solto, não iria demorar muito até que as fofoqueiras começassem a espalhar fuxico a respeito do assunto. Contudo, as tias do Zap têm um cérebro limitado para responder apenas às funções de: passar fake news no Zip Zop, ficar sentada num banquinho numa pracinha e assistir à novela das 7, além das DLC vovó famosa, onde ela fala mal dos famosos, e vovó das namoradinhas, que te pergunta acerca das namoradinhas. Então não poderia ser simples fofoqueiras, e sim espiões e agentes contratados pela KGB, FBI e o governo chinês (sempre ele)...

Tais "tias do Zap" do mais alto cargo começaram a espalhar alfinetadas, afirmando que foram os xing ling que fizeram isso para cagar ainda mais com o cenário global (até porque se você não tem quem culpar, ou não quer culpar seu mito, culpe os chineses). Já os chineses contra-atacaram postando uma foto no grupo do Zap da ONU mostrando o Trump subornando com laranjas os capitães do navio para ele se auto encalhar lá mesmo. Enquanto isso a União Europeia fez o de sempre e ficou mandando mensagens de preocupação e que estaria torcendo pelo melhor, enquanto o Egito, que não gostou nada de ter um barraco plantado em território nacional, quer uma cacetada de dinheiro por reembolso, algo que provavelmente irá jogar um balde de água fria na discussão e por um ponto final nela, que nem esse aqui.

Eu tava falando desse aqui ----> .

Cronologia dos fatos (para quem está com pressa ou preguiça de ler esse artigo)[editar]

Ver Também[editar]